Economia | Recessão

Produto Interno Bruto do Maranhão recua mais de 10% em dois anos, revela estudo

De acordo com especialistas, recessão no estado está ligada à seca, que afetou áreas de plantio de soja, milho e algodão
O Estadoma.com06/02/2017 às 08h44
Produto Interno Bruto do Maranhão recua mais de 10% em dois anos, revela estudo

O Maranhão teve um recuo de mais de 10% em seu Produto Interno Bruto (PIB) – que corresponde a todas as riquezas produzidas em uma região – nos anos de 2015 e 2016, de acordo com o estudo da Tendências Consultoria Integrada, divulgada hoje (6). No ano passado, o recuo foi de 6,9, maior do que no ano anterior, que havia sido de 3,3%.

O estado integra a região conhecida como Matopi (Maranhão, Tocantins e Piauí), uma das mais afetadas pela recessão que atinge o país, principalmente por causa da seca, que afetou áreas de plantio de soja, milho e algodão. Mesmo com o aumento da área plantada, os estados tiveram quedas no valor da produção entre 8% e 44%.

No Maranhão, a safra de arroz deste ano também terá forte redução, que deve chegar a 35,9%, em comparação com o ano passado, segundo dados do 4º Levantamento da Safra 2016/2017, divulgado no mês passado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte