Geral | Angústia

Paciente denuncia dificuldade para tratar um câncer

Eldeny Costa Lima denunciou dificuldades em realizar exames pela rede pública de saúde
29/02/2016

A paciente Eldeny Costa Lima, 57 anos, denuncia que está com dificuldades para dar continuidade ao seu tratamento contra um câncer de mama. Diagnosticada em outubro do ano passado, ela está desde o começo do ano tentando fazer um exame que só é oferecido em duas unidades de saúde de São Luís, uma da rede pública e outra da rede privada. No entanto, o equipamento utilizado para a realização do procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está quebrado e o preço cobrado na rede particular não é compatível com a renda da paciente.

Eldeny Costa Lima foi ao médico fazer exames de rotina e resolveu solicitar uma mamografia, que diagnosticou o câncer. Imediatamente ela começou tratamento no Hospital Aldenora Bello, localizado na Avenida Getúlio Vargas, no Monte Castelo. “O atendimento lá é bom, mas a demanda de pacientes é muito grande para a capacidade deles, então, a gente nunca consegue agendar todos os procedimentos que precisa”, afirmou.

Exame

O exame que Eldeny Costa Lima precisa fazer com urgência é um PET-SCAN ou tomografia por emissão de pósitrons, que é um exame de imagem que utiliza uma substância radioativa para rastrear células tumorais no organismo e tem a capacidade de mostrar o funcionamento de um tecido a nível molecular. “Com esse a médica vai poder saber exatamente como está o meu quadro e por que áreas os tumores já se espalharam. Só após esse exame que eu posso ser submetida a cirurgia”, afirmou.

Há dois meses ela tenta fazer o exame. Em São Luís, duas unidades de saúde fazem o exame. A Nuclear Maranhão, que atende pelo SUS, e o Hospital São Domingos, da rede particular. Só que o equipamento da Nuclear Maranhão está quebrado. “Eu preciso fazer dois PET-SCAN. Um da mama e outro da costela. No São Domingos, cada um deles custa mais de cinco mil reais e eu não tenho condições de pagar por eles”, informou Eldeny Costa Lima.

Sem poder dar continuidade ao tratamento, o quadro de saúde de Eldeny Costa Lima tem se agravado. “Eu tenho sentido muitas dores, tenho me sentido muito mal. Ontem [sábado], eu passei o dia mal em casa com muitas dores e não consegui fazer nada”, comentou. O médico que está acompanhando Eldeny Costa Lima passou remédios para aliviar as dores, mas o medicamento também não é fornecido pela rede pública de saúde. “Cada caixa com dez comprimidos custa mais de R$ 140 reais. Eu tenho que comprar dez caixas dessas”, disse. Além deste, há outros medicamentos que ela precisa tomar.

Sem condições de arcar com o tratamento, Eldeny Costa Lima já apela para a solidariedade da população. “Eu tinha comércio, meu marido está com problemas na aposentadoria dele, por isso, a gente já está até pedindo a ajuda das pessoas. Essa doença é muito fatigante. Só o fato de a gente pensar nela já fica muito abalada. Por isso, eu espero que as pessoas se sensibilizem”, comentou.

Mais

O que é o câncer de mama?

O câncer de mama representa o principal tipo de câncer na mulher. Este geralmente apresenta um bom índice de cura, principalmente quando diagnosticado em sua fase precoce. Geralmente o tumor se inicia na mama, pode atingir a axila e até mesmo aparecer em outros órgãos, chamado de metástase.

Quais são os sinais e sintomas?

Geralmente o câncer de mama aparece como uma massa ou tumoração palpável. Esse material é encaminhado para a biópsia a fim de confirmar o diagnóstico. O fato é que nem toda a massa é câncer, porém na presença de uma massa ou tumoração mamária a mulher deve procurar um ginecologista ou mastologista. Outros sintomas menos frequentes constituem o endurecimento mamário, a presença de secreção pelo mamilo com aspecto de água de rocha ou sangue e o aparecimento de gânglios axilares.

Como prevenir este tipo de câncer?

A melhor maneira de se prevenir constitui a realização de medidas de autocuidado da mama. Assim sugere-se a realização do autoexame da mama mensalmente, o qual deve ser realizado pelo menos uma semana após o período menstrual. Na presença de alguma anormalidade, um médico deverá ser procurado. A principal maneira de se prevenir o câncer de mama é a realização do exame de mamografia. Esse exame favorece o diagnóstico precoce e a elevação nas taxas de cura. Assim sugere-se a realização do exame de mamografia de maneira regular (anualmente) a partir dos 40 anos de idade.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte