Combate à corrupção

CGU realizou 182 operações de combate à corrupção

Em 65% dos casos, o foco dos trabalhos foi avaliar a gestão de recursos federais repassados a estados e municípios
Portal Brasil02/09/2015 às 04h00

Dados consolidados da Controladoria-Geral da União apontam que, entre 2003 e 2015, foram realizadas 182 operações especiais. Realizadas em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, essa operações têm como objetivo apurarfraudes na execução de programas, prestação de contas irregulares, além de montagem e direcionamento de licitações. Só no primeiro semestre deste ano, já foram deflagradas 15 operações.

Atualmente, há 101 investigações conjuntas em andamento. Cerca de 40% das ações investigativas tem origem na Controladoria. Um dos principais objetivos dessa linha de atuação é agir com rapidez antes de se concretizar a corrupção. Em 65% dos casos, o foco dos trabalhos foi avaliar a gestão de recursos federais repassados a estados e municípios.

As constatações mais comuns envolveram fraudes na execução e prestação de contas irregulares, além de montagem e direcionamento de licitações. As operações geraram procedimentos administrativos contra pessoas e empresas. No total, foram instaurados 72 processos contra servidores. E, somente nas Operações Sanguessuga, Navalha e Mão Dupla, por exemplo, dez empresas foram penalizadas.

Combate à corrupção

A Controladoria-Geral da União formalizou, nesta terça-feira (1º), a criação de 26 núcleos de ações especiais nas Unidades Regionais da CGU e um núcleo de coordenação, além de editar um manual de procedimentos. O objetivo é fortalecer a estrutura do órgão para atuar com mais efetividade nas operações e no combate à corrupção.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte