Violência contra a mulher

Mais de 20 crimes de feminicídio já foram registrados neste ano Maranhão

Um dos últimos casos aconteceu em Vargem Grande e, segundo a polícia, a vítima levou mais de 10 golpes de facão na frente dos seus filhos que são menores de idade.

Imirante.com

- Atualizada em 23/05/2022 às 14h26
Dados foram divulgados pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA).
Dados foram divulgados pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA).

VARGEM GRANDE - Vinte e três feminicídios já foram registrados no Maranhão neste ano, segundo dados da Polícia Civil. Um dos últimos casos aconteceu no domingo (22), no povoado Boi Manso, em Vargem Grande, interior do Maranhão, tendo como vítima Euziane Conceição da Silva, de 25 anos.

Leia também em: 

Caso de feminicídio envolvendo policial militar é simulado em Coroatá

Acusado de feminicídio é condenado a 19 anos e três meses de prisão em São Luís

O delegado Saul Laurentino afirmou que a jovem levou mais de dez golpes de facão desferidos pelo próprio companheiro, identificado como Marcelo de Sousa. O ato criminoso aconteceu na residência do casal e na frente dos filhos da vítima, três anos e sete anos.

Após o crime, o suspeito fugiu em direção a uma área de matagal. A polícia foi comunicada e realizou rondas, mas não conseguiu prender Marcelo de Sousa. A arma utilizada no crime foi apreendida e apresentada na delegacia dessa cidade.

Marcelo dos Santos é o suspeito do feminicídio na cidade de Vargem Grande. (Divulgação)
Marcelo dos Santos é o suspeito do feminicídio na cidade de Vargem Grande. (Divulgação)

Tentativa de feminicídio

A polícia registrou durante a madrugada desta segunda-feira (23) uma tentativa de feminicídio no povoado Conceição, zona rural de Olinda Nova do Maranhão. De acordo com a polícia, uma mulher, de 27 anos, levou três golpes de faca no abdômen pelo ex-companheiro. 

A vítima foi levada para o hospital dessa cidade, mas devido os ferimentos teve que ser transferida para um hospital da capital. Os militares estão realizando incursões na localidade para prender o suspeito. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.