Em Sítio Novo

Quatro feridos em confronto são da mesma família, seis pessoas seguem internadas

Dois feridos tiveram alta. Quatro baleados morreram durante o confronto. Idosa morreu no hospital.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 05/05/2023 às 17h13
O corpo de Oneide Costa de Fonseca está sendo velado no povoado Paciência, nesta sexta-feira (5). Foto: Reprodução
O corpo de Oneide Costa de Fonseca está sendo velado no povoado Paciência, nesta sexta-feira (5). Foto: Reprodução

SÍTIO NOVO  - Nove pessoas deram entrada no Hospital Municipal de Porto Franco nessa quinta-feira (4) após uma tentativa de assalto registrada em Sítio Novo. Assaltantes fizeram passageiros de um micro-ônibus reféns quando houve confronto com a polícia. A idosa Oneide Costa de Fonseca, de 60 anos, moradora da cidade, foi transferida para Imperatriz, mas não resistiu. O corpo dela está sendo velado no povoado Paciência, nesta sexta-feira (5), com muita comoção e cobrança de Justiça dos familiares e deve ser sepultado ainda hoje.

Leia também:

Confronto com policiais deixa nove pessoas baleados no Maranhão

Morre idosa baleada em confronto entre assaltantes e polícia no Maranhão

Pacientes dialíticos são baleados durante confronto policial no MA

Brandão diz que reféns feridos em assalto a banco estão sendo atendidos

Oneide Costa da Fonseca Oliveira, de 60 anos.
Oneide Costa da Fonseca Oliveira, de 60 anos.

Quatro feridos são da mesma família:

Bernardo Barros Lira, de um ano de idade, foi transferido ontem (4) para Imperatriz e segue internado em estado grave, mas tem quadro estável.

Márcia Lira, mãe de Bernardo, teve ferimentos leves, deu entrada no hospital de Porto Franco, mas teve alta.

Elton Coelho Pinheiro, motorista da van, é pai de Bernardo e deu entrada na UTI do Hospital de Porto Franco após o tiroteio e foi transferido para Imperatriz na tarde desta sexta (5).

Ernesto Santos Pinheiro, de 57 anos, pai de Elton, estava na parte da frente do micro-ônibus com o filho e foi atingido de raspão na cabeça. Ele passou pelo Hospital de Porto Franco e teve alta hoje (5).

Outras três vítimas foram transferidas para hospitais de Imperatriz para avaliação ortopédica e com médicos especialistas: 

Alessandra Duarte e Elias Aristides tiveram fratura exposta por arma de fogo e Ana Meire Andrade foi atingida com estilhaços na face.

O tenente coronel Aniel Ferreira, que pilotava o helicóptero, foi atingido na perna com ferimentos leves e teve alta ainda nessa quinta (4) do hospital.

A passageira Marines Portilho Fonseca foi atingida no tórax, passou por cirurgia e tem quadro de saúde estável. Ela segue internada no hospital de Porto Franco.

O assalto

Quatro criminosos armados com fuzis tentaram explodir o cofre da agência do Bradesco do município de Sítio Novo, a 645 km de São Luís, na madrugada desta quinta-feira (4). Na fuga, os bandidos fizeram reféns pacientes dialíticos que estavam em uma van. Os pacientes foram baleados durante confronto entre os policiais e os assaltantes.

A Polícia Militar (PM) foi acionada após câmeras de videomonitoramento da agência registrarem toda a ação dos criminosos. Mesmo após a explosão, os bandidos não conseguiram retirar e roubar o dinheiro do cofre do banco.

Na fuga, os criminosos fizeram reféns pacientes que eram transportados em uma van para realizarem procedimento de hemodiálise. Durante o confronto policial, alguns ocupantes da van foram baleados, eles foram socorridos e encaminhados para hospitais de São João do Paraíso e de Porto Franco.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.