Solenidade

Homenageado no Palácio, José Sarney diz que Brandão pacificou o estado

Ex-presidente foi governador do Maranhão entre 1966 e 1970.

Gilberto Léda/ipolítica

Sarney recebe placa em homenagem prestada por Carlos Brandão
Sarney recebe placa em homenagem prestada por Carlos Brandão (Divulgação/Secom)

SÃO LUÍS - O ex-presidente José Sarney (MDB) participou, na noite de quinta-feira (6), da cerimônia de reinauguração da Galeria dos Governadores do Maranhão, no Palácio dos Leões - a solenidade marcou, ainda, a reabertura para visitação do Museu do Palácio.

A solenidade reuniu o governador Carlos Brandão (PSB) e ex-chefes do Executivo Estadual, ou seus familiares.

Em discurso após a reabertura do espaço, o emedebista - que também foi governador do Maranhão, entre 1966 e 1970 - elogiou a forma como o atual governador tem conduzido o Estado. Segundo ele, Brandão pacificou e trouxe tranquilidade ao Maranhão.

"Quero parabenizar o governador Brandão pelo trabalho que vem fazendo. O primeiro de todos eles: é de ter pacificado o estado. Estado em clima de paz, estado em clima de tranquilidade, um clima que nós precisávamos. Estamos felizes porque estamos aqui nessa pequena solenidade, mas de grande significado", disse.

Ele também a agradeceu a homenagem recebida junto com outros ex-governadores e ressaltou a importância do resgate histórico proporcionado pela iniciativa.

“Quero reafirmar meu agradecimento, a minha honra, de ter recebido das mãos do governador Brandão essa homenagem que ele resolveu prestar a todos os ex-governadores do nosso Estado. Isso significa, sem dúvida, um fato muito importante, que é o amor à histórias, a reverência àqueles que deram sua contribuição ao Maranhão. Eu acredito, já com 94 anos, que ninguém ocupa o lugar de governador sem que tenha procurado dar o melhor de si nas funções que exerceu”, completou.

Durante a solenidade, o governador Carlos Brandão ressaltou que a reinauguração do museu é fundamental para preservar a história do Maranhão.

“Todas as obras que estão expostas aqui são importantes, pois são um retrato da nossa história. Este museu recebe alunos, turistas, pessoas do Brasil e do mundo interessadas em conhecer mais da cultura e história do Maranhão. E todos os visitantes saem impressionados com a beleza dos quadros, da mobília e todo o acervo. E o museu sendo mantido em boas condições mantém também a nossa história viva e é isso que o nosso governo está fazendo”, assinalou o governador Carlos Brandão.

A primeira-dama, Larissa Brandão, explicou sobre a reforma do museu. “Desde o início do governo nós tivemos esse olhar sensível para o museu e eu acredito que precisávamos deixar esse legado, principalmente para os nossos jovens, que precisam ter acesso e conhecer essa história”, afirmou.

Além de Sarney, também participaram da solenidade os ex-governadores José Reinaldo Tavares (2003 a 2007) e Arnaldo Melo (2014 a 2015). A viúva do ex-governador Jackson Lago (2007 a 2009), Clay Lago, recebeu a homenagem em seu nome. A advogada Anna Graziella Neiva recebeu a homenagem destinada ao tio-avô, Pedro Neva de Santana (1971-1975).

Anna Carolina Vieira, curadora de bens culturais do Palácio dos Leões, falou sobre as visitações. “Nosso funcionamento segue como anteriormente, de terça-feira a domingo, de 9h às 17h. E os agendamentos são feitos por meio do Instagram do Museu do Palácio dos Leões”, contou.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.