(Divulgação)

COLUNA

Estado Maior
Notas sobre a política local, regional e nacional.
Estado Maior

Com Dino no STF, cenário político no MA mudará

Ministro da Justiça deverá ter indicação confirmada nesta segunda-feira, 27, pelo presidente Lula.

Ipolítica

- Atualizada em 27/11/2023 às 09h44
Com Dino no STF, cenário de 2026 pode ser diferente do planejado por grupo governista
Com Dino no STF, cenário de 2026 pode ser diferente do planejado por grupo governista (Divulgação)

SÃO LUÍS - O ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), vai se reunir na manhã desta segunda-feira, 27, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A pauta prevista da conversa é a indicação do socialista para a cadeira da ex-ministra Rosa Weber no Supremo Tribunal Federal (STF).

Se consolidada a indicação de Dino para o STF e ele aprovado pelo Senado, as consequências políticas no Maranhão são variadas.

Dino é uma das mais recentes lideranças políticas do estado construindo um grupo amplo na última década. 

Mesmo com fragilidades neste grupo (como o rompimento com o senador pedetista Weverton Rocha e também relações conflituosas com o governador Carlos Brandão no início do segundo mandato dele), o ainda ministro da Justiça conseguiu se eleger duas vezes governador, eleger dezenas de prefeitos aliados e deputados estaduais e federais além de dois senadores e a si mesmo senador.

Em Brasília, como ministro, não perdeu sua força no Maranhão com peso para nortear decisões do Leões.

Mas agora, confirmado para a vaga do Supremo, Dino perde toda esta força política deixando muitos aliados em situação delicada. Primeiro, que o governador Brandão não terá mais o freio que vinha de Brasília para evitar rompimentos.

Depois, Brandão fica praticamente como única liderança política do grupo que Flávio Dino construiu.

Os deputados e demais lideranças políticas mais ligadas ao ainda ministro Dino terão que se redirecionar e caminhar com cuidado com as próprias pernas.

O fato é que a ida de Dino para o STF pode mexer no planejado para as eleições de 2026. Isto tudo vai depender unicamente de Carlos Brandão daqui para frente.  

As opiniões, crenças e posicionamentos expostos em artigos e/ou textos de opinião não representam a posição do Imirante.com. A responsabilidade pelas publicações destes restringe-se aos respectivos autores.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.