Chuvas no Maranhão

MA decreta estado de emergência em municípios maranhenses em função das chuvas

A medida tem o objetivo de preservar o bem-estar da população, assim como as atividades socioeconômicas nas regiões atingidas por eventos adversos.

Imirante.com

- Atualizada em 18/03/2023 às 12h14
Pelo documento, ficam autorizados os órgãos da Administração Pública Estadual, que compõem o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil, a prestarem apoio suplementar técnico, operacional e financeiro aos municípios afetados.
Pelo documento, ficam autorizados os órgãos da Administração Pública Estadual, que compõem o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil, a prestarem apoio suplementar técnico, operacional e financeiro aos municípios afetados. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - O governo do Maranhão decretou, nessa sexta-feira (17), situação de emergência em 20 municípios maranhenses afetados pelas intensas chuvas. Segundo o decreto do governador Carlos Brandão, a medida tem o objetivo de preservar o bem-estar da população, assim como as atividades socioeconômicas nas regiões atingidas por eventos adversos.

“Assinei decreto declarando situação de emergência nos municípios do Maranhão em decorrência das fortes chuvas dos últimos dias, que causaram danos a várias comunidades. Com apoio da Defesa Civil, vamos prestar todo o auxílio necessário aos que foram afetados”, comunicou o governador no Twitter, ainda na noite de sexta-feira (17).

Pelo documento, ficam autorizados os órgãos da Administração Pública Estadual, que compõem o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil, a prestarem apoio suplementar técnico, operacional e financeiro aos municípios afetados, mediante prévia articulação e integração com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, em articulação com todos os setores do Estado e com a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Constam no decreto os municípios: Afonso Cunha, Alto Alegre do Pindaré, Barreirinhas, Buriti, Coroatá, Esperantinópolis, Governador Nunes Freire, Graça Aranha, Grajaú, Lago da Pedra, Pedreiras, Pinheiro, Poção de Pedras, Santa Inês, Santa Luzia, Santo Antônio dos Lopes, São João do Caru, Trizidela do Vale, Tuntum e Zé Doca.

Ações propositivas e de prevenção às chuvas já haviam sido anunciadas pelo Estado. Em 25 de janeiro, o governo maranhense criou o Comitê Gestor de Prevenção e Assistência às Vítimas das Chuvas para coordenar ações de prevenção de alagamento, ações de limpeza, desobstrução de vias e córregos, drenagem e apoio a comunidades muito afetadas no período chuvoso. Além dessa medida, Brandão também esteve em Brasília, no início de fevereiro, quando foi recebido pelo ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, que garantiu o apoio do governo federal na assistência a municípios atingidos pelas fortes chuvas.

Nessa semana, representantes da Defesa Civil Nacional estiveram em São Luís para uma visita técnica, onde foram verificadas as condições dos pontos críticos da região metropolitana.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.