Atos antidemocráticos

MA só tem dois deputados com assinaturas na CPMI do 8 de janeiro

Deputado André Fernandes publicou lista atualizada com assinaturas.

Gilberto Léda/ipolítica

- Atualizada em 17/03/2023 às 14h33
Invasores depredaram sedes dos Três Poderes em janeiro
Invasores depredaram sedes dos Três Poderes em janeiro (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

SÃO LUÍS - O deputado federal André Fernandes (PL-CE), autor do requerimento para abertura da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que pretende apurar os responsáveis pelos atos de vandalismo registrados nas sedes dos Três Poderes no dia 8 de janeiro, em Brasília, decidiu publicar uma lista atualizada, por estado, dos deputados federais que já assinaram o documento.

Pelo levantamento do parlamentar, entre os 18 representantes do Maranhão, apenas dois já subscreveram o pedido: os deputados Auisio Mendes (Republicanos) e Pastor Gildenemyr (PL).

“Pra facilitar, estou deixando aqui uma tabela separada por ESTADO com os nomes dos deputados que assinaram e que NÃO assinaram a CPMI do 8 de janeiro. Está bem fácil e didático: do lado esquerdo não assinou, do lado direito assinou”, destacou o autor do pedido.

Além disso, Fernandes destacou em vermelho os deputados que assinaram o requerimento, mas depois retiraram o apoio.

Como havia antecipado o Imirante na quinta-feira, nesta lista encontram-se nessa lista os deputados Josimar de Maranhãozinho, Detinha e Júnior Lourenço, todos do Partido Liberal.

Por outro lado, o deputado federal Pastor Gildenemyr, também do PL, voltou a assinar o pedido. Ele havia retirado o apoio na semana passada, mas sucumbiu à pressão de setores evangélicos da sua base eleitoral e voltou a assinar o documento.

Para barrar o avanço da coleta de subscrições, cargos de segundo escalão estariam sendo distribuídos a indicados dos parlamentares. A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), além de diretorias dos Correios, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), seriam os principais focos de propostas.
 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.