Guloseimas

Cartão Corporativo: Bolsonaro gastou R$ 30 mil em padaria de São Luís

Dados do cartão corporativo do presidente também mostram gastos em supermercado e em hotéis no estado.

Ipolítica

- Atualizada em 25/01/2023 às 11h38
Bolsonaro acumulou gastos de R$ 30 mil em padaria de São Luís
Bolsonaro acumulou gastos de R$ 30 mil em padaria de São Luís (Fabio Rodrigues-Pozzebom / Agência Brasil)

SÃO LUÍS - O ex-presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), acumulou gastos de R$ 30 mil em uma padaria situada em São Luís com uso do cartão corporativo. Os dados divulgados pela agência Fiquem Sabendo, foram mapeados por um programador que criou um aplicativo para facilitar a consulta.

Pela plataforma disponibilizada é possível identificar todos os gastos do ex-chefe do Executivo, por cidade e estado, com indicação dos totais gastos em cada estabelecimento comercial.

Na capital, o cartão corporativo de Bolsonaro foi utilizado como meio de pagamento em nove estabelecimentos, nos anos de 2020 e 2021.

Com hotéis, foram R$ 69 mil utilizados pelo ex-presidente. Em duas unidades de uma rede de supermercados, R$ 3,4 mil. 

Houve também gasto de R$ 30 mil numa padaria situada na capital.

Leia também: Telegram critica decisões de Moraes e não cumpre ordem de bloqueio a Nikolas Ferreira

Imperatriz

Já na cidade de Imperatriz o mapeamento mostra detalhamento de outros gastos. 

Bolsonaro utilizou o cartão corporativo em 2020 e 2021 com a soma total de R$ 49 mil. Somente com hospedagem em hotéis, o valor gasto foi de R$ 22 mil.

Repercussão nacional

A repercussão nacional a respeito de gastos do cartão corporativo na gestão Jair Bolsonaro começou após a Secretaria Geral da Presidência da República ter tornado públicos os dados do CPGF (Cartão de Pagamento do Governo Federal) dos ex-presidentes da República. 

Os números foram disponibilizados depois de pedido de LAI (Lei de Acesso à Informação) da Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas.

As movimentações da conta do cartão corporativo foram alvo de cobrança frequente durante o mandato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com os dados, o ex-presidente gastou R$27.621.657,23 em 4 anos.

Quando corrigido pela inflação, o valor é menor que os que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) gastou em cada um de seus 2 mandatos. Também fica abaixo do gasto pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em seu 1º mandato.

Abaixo, a lista detalhada de gastos com cartão corporativo por presidente da República. 

Lula 1 – R$59.075.679,77
Lula 2 – R$47.943.615,34
Dilma 1 – R$42.359.819,13
Dilma 2 – R$10.212.647,25
Temer – R$15.270.257,50
Bolsonaro – R$32.659.369,02

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.