Desfecho

Sepultada em São Luís jovem que teve o corpo trocado no IML

Desde que morreu, a jovem Luise Fernandes Cazé teve o corpo trocado no Instituto Médico Legal (IML), e os parentes vinham tentando localizar o corpo da jovem.

Imirante.com, com informações da TV Mirante

- Atualizada em 24/09/2022 às 20h20
Luise Fernandes Cazé tinha 23 anos, era natural do Distrito Federal e morava em São Luís há um ano.
Luise Fernandes Cazé tinha 23 anos, era natural do Distrito Federal e morava em São Luís há um ano. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

SÃO LUÍS - Foi enterrado neste sábado (24), em São Luís, o corpo da jovem Luise Fernandes Cazé, de 23 anos. Desde que morreu, ela teve o corpo trocado no Instituto Médico Legal (IML), e os parentes vinham tentando localizar o corpo da jovem.

Natural do Distrito Federal, Luise Fernandes era transgênero, morava em São Luís há um ano e cursava psicologia em um centro universitário da capital maranhense. O corpo da jovem foi encontrado no último dia 6 de setembro, em uma praça, no bairro Cidade Operária.

De acordo com a mãe de Luise, Sônia Fernandes Cazé, a jovem sofria de depressão e recorreu ao suicídio por meio de uma overdose de medicamentos. Após a morte de Luise, a família da jovem acabou enterrando o corpo de Devandro Lima, que morreu em um acidente de carro, no lugar dela.

A troca dos corpos só foi descoberta cinco dias após o sepultamento, após a família de Devandro Lima ter ficado sabendo do acidente e procurado o Instituto Médico Legal (IML).

A família de Luise ingressou com uma ação na justiça para conseguir enterrar o corpo da jovem em Brasília. Porém, devido as decisões negativas, ela foi sepultada em São Luís.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.