GRANÉIS LÍQUIDOS

ANP autoriza operação de terminal no Porto do Itaqui

Empresa Santos Brasil poderá iniciar operação de seu primeiro terminal, com capacidade nominal de 20 mil m³.

Site Petróleo Hoje

Tanques do terminal da Santos Brasil serão dedicados ao armazenamento de diesel, gasolina, etanol anidro e biodiesel
Tanques do terminal da Santos Brasil serão dedicados ao armazenamento de diesel, gasolina, etanol anidro e biodiesel (Divulgação)

SÃO LUÍS - A empresa Santos Brasil recebeu autorização da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP) para operar o seu primeiro terminal de granéis líquidos no Porto do Itaqui (MA), com capacidade nominal de 20 mil m³, distribuída em sete tanques para armazenamento de diesel, gasolina, etanol anidro e biodiesel.

O terminal tem conexões com os modais marítimo, rodoviário, ferroviário e dutoviário e é um dos três terminais arrematados pela Santos Brasil em leilão realizado na B3 em abril de 2021 – dois brownfields (que estavam em operação) e um greenfield, com início de operação previsto até 2026.

Combinadas, as outorgas somaram R$ 157,3 milhões. O prazo de cada arrendamento é de 20 anos, com possibilidade de prorrogações sucessivas até o limite de 70 anos. Após a execução dos investimentos previstos em ampliação da capacidade, cujo valor pode superar R$ 500 milhões, as três áreas totalizarão 201 mil m³ de capacidade nominal, depois de executados os investimentos previstos em ampliação de capacidade.

“A Santos Brasil segue trabalhando pela obtenção da licença para início das operações de seu segundo terminal brownfield, o TGL 1, e também no projeto da terceira área arrematada, o que irá ampliar a capacidade de armazenamento e melhorar o nível de serviço aos clientes”, informou a companhia em comunicado.

Sobre os terminais

Localizados no Porto do Itaqui, em São Luís, os terminais de granéis líquidos Santos Brasil são destinados ao recebimento, expedição e armazenagem de combustíveis (diesel, gasolina e biocombustíveis).

Capacidade nominal inicial de 54 mil m³ que será ampliada para 201mil m³ de capacidade nominal até 2026. Os terminais terão quatro linhas de píer dedicadas para combustíveis com acesso aos três berços públicos que operam granéis líquidos no porto.

Posicionados em um porto conectado a importantes ferrovias, que fazem do Itaqui um corredor estratégico para o Centro-Oeste do Brasil, além dos mercados do Norte e Nordeste, os terminais de granéis líquidos Santos Brasil têm conexões com modais rodoviário, ferroviário, dutoviário e marítimo, com capacidade para receber navios de até 155.000 toneladas DWT.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.