Morte

Funcionária do Tribunal de Justiça do Maranhão morre em acidente de motocicleta

Meirinha Sousa trabalhou por mais de 30 anos no TJ e exercia a função de suboficiala.

Imirante.com

- Atualizada em 29/08/2022 às 17h37
Meirinha Sousa era funcionária do Tribunal de Justiça.
Meirinha Sousa era funcionária do Tribunal de Justiça. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS -  A funcionária do Tribunal de Justiça do Maranhão, identificada como Meirinha Sousa, de 61 anos, morreu durante um acidente de trânsito nesta segunda-feira (29), no bairro do Turu, na Região Metropolitana de São Luís.

Leia também: 

Dois jovens morrem em acidente de trânsito no Gapara, em São Luís

Acidente de trânsito resulta na morte de motociclista, na Vila Maranhão

De acordo com informações da Polícia Militar, Meirinha Sousa estava em uma motocicleta quando teve um mal súbito e acabou perdendo o controle do veículo. Ela bateu em um poste, sofreu várias fraturas pelo corpo e morreu no local. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga.

O Tribunal de Justiça emitiu nota de pesar informando que Meirinha Sousa era suboficiala de justiça, trabalhou no órgão por mais de 30 anos. O velório está ocorrendo na Pax União, área central da cidade e o sepultamento será nesta terça-feira (30), no Cemitério Memorial Pax União, em Paço do Lumiar.

Velório

O corpo de Merinha Sousa está sendo velado na sala 3 da Pax União (Rua Grande, nº. 1233, Centro), próximo à caixa d’água. Já o sepultamento, será nesta terça-feira (30), às 9h, no Cemitério Memorial Pax União (MA 204, Paço do Lumiar).

Veja a nota no TJ-MA na íntegra:

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) informa com pesar o falecimento da suboficiala de gabinete, Merinha Sousa, na manhã desta segunda-feira (29/8), em acidente motociclístico. A servidora trabalhava no gabinete do desembargador Bayma Araújo.

O presidente do TJMA, desembargador Paulo Velten, em nome dos demais desembargadores e desembargadoras da Corte Estadual, lamenta profundamente a perda da suboficiala de gabinete, Merinha Sousa, que exerceu suas atividades por mais de 30 anos na Justiça maranhense.

O desembargador Paulo Velten – ao participar de um evento de inauguração, nesta segunda-feira (29/8), pediu um minuto de silêncio em homenagem à servidora Merinha Sousa – a quem definiu como uma pessoa dedicada ao Poder Judiciário, com alegria e entusiasmo.

"Talvez a melhor forma que nós tenhamos para homenagear essa servidora, Meirinha Sousa, é fazer aquilo que ela fazia, ao longo de 30 anos dedicados ao Poder Judiciário, que é um trabalho com alegria, com entusiasmo, com um sorriso largo no rosto" disse o presidente do TJMA, relembrando de quando era recebido por ela na porta do gabinete do colega Bayma Araújo.

Segundo informações dos que a conheciam, Merinha era a primeira pessoa que chegava ao gabinete. Sempre muito organizada, muito correta em tudo o que fazia e muito atenciosa com todos.

“Cuidava de todo mundo, preocupada com todos dentro do gabinete, por vezes, extrapolava o próprio ofício para cuidar de outras coisas. Era uma pessoa muito sensível, que estava muito preocupada com o bem-estar dos servidores, quando via que alguém estava assoberbado por conta do trabalho, chegava e resolvia”, afirmou o assessor do desembargador Bayma, o analista José Rinaldo Maia.

Dona de um senso de humor nato e de um entusiasmo fora do comum, Merinha Sousa, quando desafiada pelo trabalho, costumava dizer: “Missão dada, missão cumprida!”. Muito proativa, o tempo inteiro estava alerta e disposta a ajudar. “Uma perda do ponto de vista pessoal, irreparável, e do ponto de vista profissional, insubstituível”, disse o analista.

Merinha Sousa já trabalhava no gabinete, antes dos demais assessores e assessoras chegarem. Era como uma “matriarca” no seu ambiente de trabalho, sempre zeloza e carinhosa com todos e todas.

Durante toda a manhã, os colegas receberam muitas visitas de amigos e amigas, que lamentaram pela perda precoce da suboficiala que, segundo descreveram, fará muita falta, uma vez que ela sempre esteve lá. “É o fim de uma era no nosso gabinete”, disseram.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.