Transportes

Governo Brandão aciona a Justiça para ferry José Humberto voltar a operar

Embarcação está parada desde que a Capitania dos Portos decidiu atender recomendação do MPF.

Gilberto Léda/ipolítica

- Atualizada em 12/07/2022 às 15h44
Ferry José Humberto está parado
Ferry José Humberto está parado (Foto: Brunno Carvalho)

SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), confirmou nesta terça-feira (12), que o Estado protocolou ação na Justiça, pedindo que a Capitania dos Portos seja obrigada a revogar a suspensão da autorização para operação do ferryboat José Humberto.

A embarcação, liberada pela própria Capitania, operou sem intercorrências por aproximadamente uma semana, mas foi retirada de circulação depois de o órgão suspender a permissão atendendo a uma recomendação do Ministério Público Federal (MPF).

“Entramos na Justiça para que o ferryboat José Humberto seja liberado. A embarcação é aprovada e licenciada pela Marinha, navegou durante oito dias sem nenhuma intercorrência. O povo aprovou e precisa dessa embarcação”, destacou.

Segundo a Agência Estadual de Mobilidade Urbana(MOB), todos os pontos alegados pelo MPF no documento em que se pedia a suspensão da operação do ferry são anteriores a uma vistoria final da Capitania dos Portos, antes da liberação.

Em nota, a Capitania declarou, na semana passada, que compete ao próprio órgão “atestar as condições de navegabilidade de embarcações”, que as “discrepâncias” encontradas na embarcação foram sanadas e que “informará ao MPF/MA os procedimentos adotados pela Autoridade Marítima para autorização de operação das embarcações, considerando as ações realizadas nas vistorias do Ferryboat ‘José Humberto’”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.