Operação Contrição II

PF deflagra operação de repressão ao crime de abuso sexual de crianças e adolescentes no Maranhão

Durante a operação, dois mandados foram cumpridos, na manhã desta terça-feira (31) em Vitória do Mearim.

Imriante.com, com informações da PF

- Atualizada em 31/05/2022 às 10h34
Objetivo das medidas é a arrecadação de outras evidências que reforcem as conclusões da investigação.
Objetivo das medidas é a arrecadação de outras evidências que reforcem as conclusões da investigação. (Foto: Divulgação)

VITÓRIA DO MEARIM - A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (31), a Operação Contrição II, para repressão ao crime de abuso sexual de crianças e adolescentes. Durante a operação, foi dado cumprimento a dois mandados em de Vitória do Mearim, cidade distante 186 km de São Luís, sendo um de Prisão Preventiva e outro de Busca e Apreensão, ambos expedidos pela Justiça Federal, em decorrência de representação da Polícia Federal.

A investigação foi conduzida pela Polícia Federal, com apoio de organismos internacionais e, inicialmente, apurou que um indivíduo mantinha armazenados em provedor de serviço de nuvem, alguns arquivos de fotos e vídeos contendo cenas de abuso sexual infantil. Algumas dessas imagens indicavam que se tratavam de abusos praticados pelo próprio indivíduo. 

De acordo com a Polícia Federal, o objetivo das medidas é a arrecadação de outras evidências que reforcem as conclusões da investigação, o afastamento do agressor das vítimas, interrompendo os episódios de abuso, além da identificação de outras possíveis vítimas. 

Segundo a PF, o investigado poderá responder pelos crimes de estupro de vulnerável (art. 217-A do Código Penal – pena de 8 a 15 anos), produção de vídeo de abuso sexual infantil (art. 240 da Lei 8.069/90 – pena de 4 a 8 anos), além da posse (art. 241-B, da Lei n.º 8.069/90 – pena de 1 a 4 anos ) e compartilhamento de imagens de abuso sexual infantil (art. 241-A da Lei n.º 8.069/90 – pena de 3 a 6 anos). O nome da operação faz referência ao “Ato de Contrição”, oração cristã que expressa a tristeza do pecador pelos pecados praticados.

O nome da operação faz referência ao “Ato de Contrição”, oração cristã que expressa a tristeza do pecador pelos pecados praticados.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.