Expo Indústria 2022

Liderança sustentável é defendida em palestra na Expo Indústria Maranhão

Especializado no desenvolvimento da sustentabilidade empresarial, o consultor Ricardo Voltolini fez o público refletir sobre a necessidade de transformação das práticas empresariais.

Publipost / Sistema Fiema

Palestra foi dada pelo consultor empresarial Ricardo Voltolini.
Palestra foi dada pelo consultor empresarial Ricardo Voltolini. (Foto: Divulgação / Fiema)

SÃO LUÍS – Uma convocação à sustentabilidade empresarial – assim pode ser definida a palestra que o consultor empresarial Ricardo Voltolini proferiu na noite dessa sexta-feira (27), no espaço Plenarium, na Expo Indústria Maranhão. A feira, realizada pelo Sistema FIEMA (FIEMA, SESI, SENAI e IEL) e pela CNI, acontece até domingo no Multicenter Negócios e Eventos (Cohafuma). De início, o palestrante tratou de definir o que seria um líder sustentável: “É aquele que sabe manter e lutar pela sustentabilidade empresarial, o compromisso de uma empresa em olhar para seus impactos ambientais, sociais e de governança com o objetivo de entender quais desses impactos são mais negativos”, explicou Voltolini. 

O tema Indústria Sustentável foi escolhido pelos realizadores para reforçar o compromisso do Sistema FIEMA com a necessidade de transformação das práticas industriais e econômicas no século XXI. “O que desejamos ao ressaltar este tema é exatamente mostrar o desafio de adaptação de nossas práticas. Não podemos mais esperar – precisamos criar uma indústria que busque mitigar todo tipo de prejuízo ambiental que poderia chegar a produzir. Pensando nisso programamos palestras, painéis e mesas redondas que discutem a questão da sustentabilidade durante todos os dias da Expo Indústria. A conferência do Ricardo Voltolini teve o objetivo de gerar este impacto de conscientização”, ressaltou Edilson Baldez, presidente da FIEMA. 

Ricardo Voltolini apontou os principais temas que têm norteado atuação de liderança nas principais empresas do mundo. Segundo o consultor, decisões humanizadas, ética da diferença, a liderança colaborativa, inclusão e direitos humanos são questões fundamentais a serem levadas em consideração por qualquer gestor de empresa no mundo de hoje. “Não basta ser líder para enfrentar problemas econômicos. A sociedade precisa de mais empresas que levem em consideração nas suas decisões os impactos ambientais e sociais”, apontou.

Ao longo da explanação das práticas positivas de um líder sustentável, Ricardo Voltolini ressaltou ser a sustentabilidade um valor em ascensão em todo o planeta. De acordo com o consultor empresarial, existem duas fontes de pressão que defendem a bandeira da sustentabilidade. São eles a ciência do clima que revela as condições alarmantes do meio ambiente e o fortalecimento de uma geração que está cada vez mais consciente de seu compromisso com o planeta. “A turma dos 30 aos 40 anos está assumindo o poder dentro das empresas hoje em dia. Esta geração já vem com o chip da sustentabilidade. As empresas brasileiras estão se adaptando a esse quadro, embora não se possa falar em empresas brasileiras de forma genérica”, apontou o palestrante. 

Conforme sua análise do contexto de empresarial atual, Voltolini aposta exatamente neste grupo de gestores que está nessa faixa etária para assumir o trabalho de se tornar um líder sustentável. “Há uma relação muito clara entre lideranças e sustentabilidade, pois a nossa experiência nos mostra que as práticas mais consistentes de estratégias e formação de cultura sustentável em empresas brasileiras tiveram uma participação marcante do CEO das companhias. É fundamental que os líderes sejam porta-vozes desse tema”, considerou o consultor empresarial. 

CUIDADO SOCIOAMBIENTAL - Quanto às medidas do ponto de vista social e coletivo, Ricardo Voltolini ressalta que as indústrias devem tomar consciência de que para se atuar no mundo hoje é imprescindível ir além das expectativas comerciais. Na pandemia, descobrimos que os colaboradores são pessoas reais que podem sofrer de problemas de saúde integral (físico e mental), como o acúmulo de estresse, casos de depressão e ansiedade — é um tema que ainda hoje se mantém. Um líder sustentável tem de saber reconhecer isso. 

Para Voltolini, as empresas devem ter um enorme compromisso e responsabilidade com as questões coletivas, como as mudanças climáticas. Estas não prejudicam apenas um país, mas todo o contingente humano do planeta. Ele aponta que a nova liderança empresarial deve ter um olhar sensível para os problemas da inclusão e da diversidade. ““Deve-se ter respeito aos direitos humanos em toda cadeia de valor — ter atenção aos impactos de toda ação de uma empresa. Temos de olhar para todos os elos que participam da cadeia de negócio. É fundamental lidar com as comunidades. É preciso promover os direitos humanos e olhar para comunidade de forma plural e respeitando a vida de todos e o meio ambiente. Se não observamos e solucionarmos os problemas da sustentabilidade, da gestão de energia, de água, de recolhimento de lixo e de esgoto, onde iremos parar?”, frisou. 

EXPO INDÚSTRIA - Além da palestra no espaço Plenarium, a Expo Indústria ainda mantém a Arena Sustentável, onde estão programadas palestras e mesas redondas que discutirão meios de desenvolvimento econômico e comercial que garantam o equilíbrio ambiental. Para participar da maior feira multissetorial do Nordeste, inscreva-se no site www.expoindustriama.com.br. Realizada desde 2015 e em sua quarta edição, a Expo Indústria é uma realização do Sistema FIEMA (SESI, SENAI, IEL e Federação) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI), com a correalização do Governo do Estado, Sistema Fecómercio e Sebrae-MA. 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.