Curtas e Grossas

Lula e Bolsonaro no inferno

Como seria uma live mediada pelo Diabo entre os dois pré-presidenciáveis.

José Ewerton Neto

 

 

Com a proximidade das eleições, Lula e Bolsonaro deixaram o pudor de lado e têm usado todas as armas existentes ao alcance para superar o adversário. A última foi a de apelar por uma ajuda do Diabo. 

O que eles não esperavam é que fossem chamados ao mesmo tempo. Esta semana, Bolsonaro e Lula se postaram diante de uma live espiritual em sua presença e foram confrontados pelo Todo Poderoso do Mal. 

1.Satanás: “Sei que ambos são inimigos. Por acaso, algum de vocês consegue enxergar algum mérito no outro”.

Bolsonaro. A única virtude que ele teve na vida foi ter cortado o seu dedo quando era torneiro-mecânico. O que prova que era muito melhor como torneiro-mecânico do que como presidente.

Lula. Reconheço nela a virtude de ter tentado tocar fogo no quartel onde trabalhava. Mas nem para incendiário ele serviu.

2.Satanás: “Quando vocês vierem para cá um dia como desejarão que a vida lhes seja aliviada?

Lula. Uma boa cachacinha. Sendo das boas, esse fogo do inferno eu tiro de letra.

Bolsonaro. Uma boa arma para praticar tiro ao alvo, seja o alvo quem for. Mas, por favor, não me venha com foice.

3. Satanás. “Se um dia vocês me sucedessem no comando do inferno, o que, vocês fariam de imediato?”

Bolsonaro. Liberaria o porte de armas para todos, inclusive para os diabinhos de 3 meses.

Lula. Criaria o bolsa-família. E botaria meu filho Lulinha para tomar conta do dinheiro.

5.Satanás: “Qual foi a maior mentira de seu adversário?”

Lula. Ele ter negado que foi miliciano.

Bolsonaro. Ele ter negado que roubou.

8.Satanás: “Algum fato na biografia de seu opositor chegou a lhe entusiasmar?

Lula. A facada. Mas não foi bem executada.

Bolsonaro. A tornozeleira eletrônica. Deveria ainda estar usando uma, em vez de aliança de casamento. 

Entusiasmado com o que acabou de ouvir Satanás tomou uma decisão: Vai apoiar os dois, porque qualquer um que vença, o Inferno estará bem assessorado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.