Leite materno

Dia Mundial da Doação de Leite realça o valor do aleitamento

No Maranhão, cerca de 39 mães doadoras estão cadastradas atualmente no banco de dados do BLH.

Imirante.com

A necessidade de leite por recém-nascido prematuro é de 240 m/dia.
A necessidade de leite por recém-nascido prematuro é de 240 m/dia. (Elza Fiuza)

BRASIL - O Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. A data também chama a atenção da sociedade para a importância da doação de leite para os Bancos de Leite Humano (BLH).

O BLH é um serviço especializado em oferecer ações de apoio, proteção e promoção do aleitamento materno, dedicando-se à assistência das mães e dos bebês durante o processo de amamentação. Além disso, executa atividades de coleta, seleção, classificação, processamento, controle de qualidade e distribuição do leite materno doado voluntariamente por mães.

Os bebês prematuros, considerando a sua condição de saúde e de internação, têm dificuldades de sugar o leite materno. Por isso, o leite humano do banco de leite é a melhor opção para alimentação de crianças internadas que, por algum motivo, não podem ser amamentadas diretamente no seio materno. A doação de leite materno pode ser feita por mães saudáveis que estejam amamentando seus filhos. Um frasco de leite materno pode ajudar a alimentar até dez bebês. 

Além de amamentar seu próprio filho, muitas mães possuem condições de doar o leite que excede. Essa atitude pode beneficiar os recém-nascidos que se encontram internados na UTI neo do hospital e alguns que não podem receber o leite de suas mães e por isso precisam também do leite materno para aumentar as chances de sobrevida, pois o leite materno é o melhor alimento que ele pode receber.

No Maranhão, cerca de 39 mães doadoras estão cadastradas atualmente no banco de dados do BLH. Esse número é variável dependendo da época e também pelo tipo de doadora. A média de volume doado no mês de abril foi de 1.794ml/dia. A necessidade de leite por recém-nascido prematuro é de 240 m/dia, portanto, para uma cobertura de 50% dos 39 leitos é necessária uma doação de 5.472 ml/dia, considerando 20% de perdas.

“Nosso estoque de leite ainda é limitado, consumido muito rapidamente. Precisamos renová-lo diariamente e para isto contamos com dedicadas doadoras que nos permitem dar o aporte de leite aos bebês que tanto necessitam em nosso hospital. Por isso precisamos sempre captar novas doadoras, para não interrompermos este que é um trabalho tão essencial e constante. Com o envolvimento e a participação de todos teremos sucesso em aumentar o nosso número de doadoras do Banco de Leite do HU-UFMA, contamos com todos” pontua o chefe da Obstetrícia, Antônio Leonardo.

Quem pode doar?

Toda mãe que amamenta é uma possível doadora, desde que:

• Esteja saudável; 

• Tenha leite suficiente para seu bebê e para doação;

• Não esteja fazendo uso de medicação de uso contínuo (exceto vitaminas);

• Não seja portadora de HIV.

Banco de Leite do HU-UFMA 

O BLH do Hospital Universitário Presidente Dutra, da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA) é localizado na Unidade Materno Infantil, no Centro de São Luís, e conta com uma equipe multiprofissional, preparada para oferecer toda a assistência a mãe e ao bebê. O serviço realiza também coleta domiciliar.

A estrutura do BLH é formada por sala de processamento e pasteurização do leite, consultórios pediátricos, sala de reunião para palestras com as mães, sala de estudo e pesquisa e sala de pesagem dos bebês.

Curiosidade:

1litro de leite doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia!

Confira os contatos do Banco de Leite Humano:

(98) 2109-1178 (telefone)

(98) 99163-6833 (Whatsapp)

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.