Sem trégua

Brandão usa como estratégia alinhar imagem de Weverton a Bolsonaro

Governador sugeriu em evento de lançamento da pré-candidatura de Lula no Maranhão que Weverton faz jogo duplo de poder.

Ronaldo Rocha / Ipolítica

Governador tem questionado o posicionamento político de Weverton
Governador tem questionado o posicionamento político de Weverton (Divulgação)

SÃO LUÍS - O governador Carlos Brandão (PSB) e alguns de seus principais aliados têm utilizado a estratégia de alinhar a imagem do senador Weverton Rocha, pré-candidato ao Governo pelo PDT, ao presidente da República Jair Bolsonaro (PL).

Weverton se declara o maior amigo de Lula (PT) no Maranhão e tem conseguido articular apoio de pelo menos uma ala do PT no estado à sua pré-candidatura. 

Favorecido pela conjuntura nacional - que deixa o PSB próximo do PT -, Brandão tem se declarado membro do “Time do Lula” para se colocar como o autêntico aliado do ex-presidente da República no estado.

Na sexta-feira (13), durante o lançamento da pré-candidatura de Lula no estado, coordenada pelo ex-governador Flávio Dino (PSB), apesar de não ter citado o nome de Weverton, Carlos Brandão sugeriu jogo duplo do seu adversário. 

“Na política tem uma coisa que a gente não pode abrir mão: é a lealdade. Na política você não pode ter dois lados, tem gente que quando desce do seu jatinho aqui no Maranhão é Lula e quando desce no jatinho lá em Brasília é Bolsonaro. Esse tipo de gente não serve para o Maranhão. Você tem que ter uma posição, você tem que ser leal, você tem que ser correto, acima de tudo defender aquilo que você acredita”, disse Brandão.

Leia também: Roberto Rocha volta a criticar Flávio Dino por desempenho do Maranhão em ranking do IBGE

A estratégia de Brandão toma por base o diálogo de Weverton com alguns partidos que integram a base do presidente Bolsonaro no Congresso Nacional. Aliados do chefe do Executivo têm utilizado o mesmo discurso.

Ignorou 

O senador Weverton Rocha ignorou a provocação de seu adversário. E em entrevistas, redes sociais e discursos públicos, tem assegurado proximidade e apoio ao ex-presidente Lula na disputa eleitoral contra Bolsonaro. 

No fim do mês de abril, por exemplo, ele articulou o “Encontro Estadual de Petistas fechados com Lula e com Weverton”.

Na ocasião, ele voltou a falar do prestígio que tem junto ao ex-presidente e da parceria para o pleito deste ano.  

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.