Caos no transporte

CPI do Transporte: Coletivo Nós defende indiciamento de Edivaldo Holanda Júnior

Em entrevista ao programa O Que Interessa, da rádio Mirante FM, o co-vereador Jhonatan Soares afirmou que ex-prefeito precisa ser responsabilizado por caos no setor.

Ipolítica

- Atualizada em 14/05/2022 às 11h04
Jhonatan Soares concedeu entrevista ao programa O Que Interessa da Mirante FM
Jhonatan Soares concedeu entrevista ao programa O Que Interessa da Mirante FM (Fabricio Cunha / Agência Câmara)

SÃO LUÍS - O co-vereador Jhonatan Soares (PT) afirmou ao programa O Que Interessa, da rádio Mirante FM, que o Coletivo Nós defende o indiciamento do ex-prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PSD) no âmbito da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte na Câmara Municipal.

Para o co-vereador, é importante que o relatório final do colegiado aponte o ex-prefeito como responsável pelo caos e irregularidades no setor de transporte público, uma vez que foi Edivaldo quem autorizou a licitação do setor.

Ele disse que durante os depoimentos a CPI do Transporte recebeu graves denúncias. E lamentou o fato de o colegiado não ter aprovado o requerimento apresentado pelo Coletivo Nós de oitiva de Edivaldo.

“Infelizmente nossa solicitação de chamar o ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior não foi atendida. A gente acredita que, como o contrato [de licitação] foi feito na gestão dele, ele é a principal pessoa que tem que responder. Mas, nós estamos na fase de finalização do relatório que vai ser encaminhado ao Ministério Público. O Coletivo Nós sugere o indiciamento do ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior”, pontuou.

“Ele precisa prestar contas da situação do transporte público da cidade”, completou.

Jhonatan Soares também não concordou com o posicionamento do relator do colegiado, vereador Álvaro Pires, que sugeriu um relatório final técnico e propositivo na CPI.

“Para não terminar em pizza, o relatório não pode ser somente técnico e propositivo. CPI é encontrar o culpado de alguma coisa. Não tem como você ter um contrato, a situação do transporte público de nossa cidade da forma como é, com vários problemas: greve todo tempo; Prefeitura que dá milhões para empresários; como é que fica essa história? Tem um responsável nessa história. A gente recebeu denúncias gravíssimas de desvios de verbas; selo de ônibus que é colocado dentro da garagem pelo próprio empresário; recursos de multas que são desviados de forma que a gente nem conseguiu entender, então é um questão que precisa ser apurado e tem de ser sim responsabilizado. Não é que a gente queira só encontrar culpados, mas a gente sabe que tem e a Justiça precisa fazer o seu papel”, enfatizou.

Outro lado

O imirante.com entrou em contato com a assessoria de comunicação do ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior para tratar do tema, e aguarda resposta.

Abaixo, a íntegra da entrevista concedida por Jhonatan Soares ao programa O Que Interessa, da Mirante FM.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.