Política permanente

Weverton destaca presidência de sessão que aprovou Auxílio Brasil

Pedetista foi quem conduziu a sessão que aprovou valor mínimo de R$ 400 para o beneficiários do Auxílio Brasil.

Ronaldo Rocha / Ipolítica

Weverton Rocha atuou como presidente da sessão que aprovou Auxílio Brasil de R$ 400
Weverton Rocha atuou como presidente da sessão que aprovou Auxílio Brasil de R$ 400 (Geraldo Magela/Agência Senado)

SÃO LUÍS - O senador Weverton Rocha, pré-candidato ao Governo do Estado pelo PDT, presidiu a sessão que tornou o Auxílio Brasil uma política pública permanente no país. A sessão também aprovou valor mínimo de R$ 400,00 por beneficiário do programa.

O pedetista destacou atuação na condução dos trabalhos e se disse honrado por ter participado do momento.

Leia também: Flávio Dino critica declaração de Bolsonaro sobre a Petrobras

Auxílio Brasil é uma política pública criada pelo governo Jair Bolsonaro (PL) - com ampliação de recursos -, e em substituição ao Bolsa Família.

“Tive a honra de presidir a sessão do Senado que aprovou o auxílio permanente. Agora o Auxílio Brasil é permanente e tem valor mínimo de R$ 400”, pontuou.

Relator

O relator do Auxílio Brasil no Senado foi o também maranhense, senador Roberto Rocha (PTB). 

Na ocasião aprovação,  ele destacou o caráter permanente do benefício e o limite de 30% do desconto do pagamento de pescadores que recebam o seguro-defeso e o benefício.

Roberto Rocha também parabenizou o presidente Jair Bolsonaro por ter conseguido efetivar a política pública que vai assegurar maior aporte financeiro às famílias de baixa renda do país.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.