Condenado pelo STF

Daniel Silveira é escolhido como titular da CCJ e mais quatro comissões

Deputado também é vice na comissão de Combate ao Crime Organizado, presidida pelo maranhense Aluisio Mendes (PSC).

Ipolítica, com agências

- Atualizada em 27/04/2022 às 17h25
Condenado pelo STF, Silveira recebeu perdão de pena de prisão do presidente Jair Bolsonaro
Condenado pelo STF, Silveira recebeu perdão de pena de prisão do presidente Jair Bolsonaro (Reprodução / Twitter)

BRASÍLIA - Mesmo condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de prisão, o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), foi eleito nesta quarta-feira, 27 vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO). Silveira faz parte da chapa que elegeu o deputado maranhense Aluisio Mendes (PSC-MA) presidente do colegiado.

No último dia 20, o Supremo condenou o deputado devido a ofensas e ameaças proferidas por ele contra ministros da Corte e por incitar a “animosidade entre as Forças Armadas e o Judiciário” em uma série de vídeos divulgados desde o fim de 2020. Menos de 24 horas após a condenação, Bolsonaro editou um decreto concedendo o perdão ao deputado, que pode ficar livre da prisão.

Além da vaga na CSPCCO, Silveira foi indicado para outras quatro comissões: Cultura, Educação, Esporte e Segurança Pública e Constituição e Justiça. No último caso, ele ainda foi eleito vice-presidente. A votação foi secreta entre os integrantes do grupo.

Na sessão de instalação da Comissão de Segurança, o deputado defendeu colocar em pauta no colegiado questões relacionadas ao que chamou de 'ativismo judicial'.

“Os agentes de segurança pública são muito perseguidos, são presos arbitrariamente, preventivamente, ficam muito tempo”, disse.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.