Coronavírus

Maranhão aguarda chegada de vacinas para iniciar imunização de crianças contra a Covid-19

Vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 foi autorizada pela Anvisa em dezembro de 2021.

Imirante.com, com informações da SES

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h40
Imunizantes da Pfizer devem chegar ao Brasil na próxima quinta-feira (13).
Imunizantes da Pfizer devem chegar ao Brasil na próxima quinta-feira (13). (Divulgação / Prefeitura de São Luís)

SÃO LUÍS - A vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos terá início no Maranhão assim que as doses do imunizante chegarem ao Estado, conforme informou o governo estadual. De acordo com o Ministério da Saúde, a primeira remessa dos imunizantes da Pfizer, específicos para a imunização de crianças de 5 a 11 anos, deve chegar ao Brasil na próxima quinta-feira (13), contendo 1.248 milhões de doses.

Leia também:

Anvisa autoriza vacina da Pfizer contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos

Saúde anuncia inclusão de crianças na vacinação contra Covid-19

Maranhão não vai exigir prescrição médica para vacinação de crianças contra a Covid-19​

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressalta que o Maranhão já possui um esquema logístico eficiente para a distribuição dos imunizantes aos 217 municípios maranhenses no menor tempo possível.

“Desde o início da campanha de imunização contra a Covid-19, contamos com a parceria do Centro Tático Aéreo (CTA), que faz o transporte das vacinas com o uso de helicópteros e avião, e da Polícia Militar, responsável pela segurança no deslocamento. Além disso, realizamos o transporte por terra em vans refrigeradas. Tudo para que os imunizantes cheguem o mais rápido possível ao seu público-alvo”, afirma o secretário Carlos Lula.

Estão previstas ainda, para o mesmo mês, a chegada de mais duas remessas dos imunizantes com a mesma quantidade nos dias 20 e 27 de janeiro, totalizando 3,7 milhões de doses no mês de janeiro. A expectativa é que o país receba 20 milhões de doses no primeiro trimestre e 20 milhões no segundo trimestre.

De acordo com a Nota Técnica divulgada pelo Ministério da Saúde sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19, a campanha de vacinação nesse público-alvo será realizada de forma escalonada, alcançando, inicialmente, as crianças dentro dessa faixa etária com comorbidades ou deficiência permanente. Logo após, devem ser vacinadas crianças indígenas e quilombolas; depois, crianças que vivem em lares com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19; e por fim, todo o público de 5 a 11 anos, começando pelos mais velhos.

De acordo com estimativa do IBGE, em 2021, calcula-se que, no Maranhão, haja cerca de 822.908 crianças na faixa etária de 5 a 11 anos. Em todo o país, o público-alvo estimado para a vacinação é de 20,4 milhões. Para a imunização das crianças brasileiras serão necessárias 40 milhões de doses. O intervalo entre a primeira e segunda dose para este público deverá ser de 8 semanas.

Coronavírus no Maranhão

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Maranhão tem 10.390 mortes e 371.380 casos confirmados da Covid-19. Ainda segundo a SES, foram contabilizados quatro óbitos e 248 pessoas infectadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas no Estado, sendo 28 na Grande Ilha de São Luís, 12 em Imperatriz e 208 nos demais municípios. A taxa de letalidade da doença no Maranhão, por sua vez, está em 2,79%.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.