Covid-19

Estados terão que rever afrouxamento, diz Carlos Lula; MA pode retomar uso de máscaras

Secretário de Saúde do Maranhão e presidente Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula diz que nova variante deve forçar novas restrições.

Gilberto Léda

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h59
Maranhão flexibilizou uso de máscaras há pouco mais de duas semanas
Maranhão flexibilizou uso de máscaras há pouco mais de duas semanas (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

SÃO LUÍS - O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, atual presidente do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), Carlos Lula declarou em entrevista à coluna Painel, da Folha de S. Paulo, que a descoberta da nova variante da Covid-19 fará os estados repensarem a flexibilização de medidas contra o coronavírus.

Para ele, decisões tomadas por governadores, como desobrigar o uso de máscaras em locais públicos, e a capacidade de público de eventos privados e públicos, como jogos de futebol, precisam ser repensadas.

"Mesmo em local aberto, faz sentido proteger pelo menos quem é mais suscetível, é idoso, tem comorbidade", avaliou.

O Maranhão foi um dos primeiros estados brasileiros a flexibilizarem o uso de máscaras. Por decisão do governador Flávio Dino (PSB) está autorizada a circulação de pessoas sem máscaras em locais abertos em todos os municípios maranhenses há mais de duas semanas.

Na capital, São Luís, e em outras 13 cidades com mais de 70% da população vacinada com duas doses, o uso é facultativo mesmo em locais fechados.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.