Imicast

Janeiro Branco: especialista destaca os cuidados com a saúde mental

O <i>Imicast</i> conversou com o psiquiatra Ruy Palhano sobre saúde mental em tempos de pandemia.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h04
Depressão e ansiedade se agravaram na pandemia.
Depressão e ansiedade se agravaram na pandemia. (Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS - Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que o Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas com depressão, atrás apenas dos Estados Unidos. Além disso, o Brasil é ainda o país com maior prevalência de ansiedade no mundo.

Neste mês, está sendo realizada a 8ª edição da campanha Janeiro Branco, com o lema “Todo Cuidado Conta”. Diante da pandemia da Covid-19, lidar com sentimentos como tristeza, dor e medo pode desencadear transtornos psiquiátricos. Por isso, é necessário buscar ajuda de um profissional em caso a estabilidade emocional e a rede socioafetiva não estejam indo bem.

O Imicast conversou com o psiquiatra Ruy Palhano sobre assuntos relacionados ao tema saúde mental. Ele comentou, principalmente sobre ansiedade e depressão, considerando, claro, o cenário de pandemia em que vivemos há meses. Ouça:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.