VÍDEO

Desesperada, filha carrega pai idoso em maca pela rua, em busca de socorro

João Espíndola, de 71 anos, morreu após dar entrada no Socorrão I, na terça-feira (22).

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h14

SÃO LUÍS – Um caso revoltante e triste: uma filha desesperada carrega o pai em uma maca, pela rua durante a noite, de um hospital para outro, em busca de socorro. As imagens foram gravadas por celular e mostram os últimos minutos de vida do idoso João Espíndola, de 71 anos.

O paciente, que veio do município de Urbanos Santos, deu entrada na quinta-feira (17) no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), no Centro de São Luís. Lá ficou internado no corredor até quando conseguiu uma transferência para o Hospital Santa Casa de Misericórdia, que fica nas proximidades.

Relembre:

Pacientes sofrem no corredor do Socorrão I, e vigilantes estão em greve

Pacientes do interior lotam os corredores do Socorrão I e II

Pacientes e acompanhantes sofrem com falta de estrutura na Santa Casa

Na segunda-feira (21), ele retornou ao Socorrão I, onde foi realizado um procedimento cirúrgico, em que amputou uma perna, e retornou à Santa Casa no mesmo dia. Porém, após sofrer uma parada cardíaca, a filha dele Franciene Espíndola procurou atendimento, mas não conseguiu. Em uma atitude de desespero, ela tentou com todas as suas forças lutar pela vida do pai, que sofria em uma maca e necessitava de oxigênio.

Franciane resolveu empurrar a maca com pai pela rua do Norte em direção ao Socorrão I, na esperança de encontrar um médico e equipamento para socorrer seu pai João Espíndola. Com a ajuda de outras pessoas que também estavam pelo local ela conseguiu chegar ao Socorrão I com o pai, que foi atendido, mas não resistiu e morreu naquela noite da terça-feira (22).

O corpo de João Espíndola foi levado para o município de Urbanos Santos, onde é velado e será sepultado nesta quinta-feira (24).

Em resposta ao Imirante.com, a assessoria de Comunicação do governo do Maranhão informou, apenas, que "a Unidade Santa Casa não pertence à Rede Estadual de Saúde". Procurada, a assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Luís não se posicionou até o momento. Por telefone, o diretor do Hospital Santa Casa, Abdon Murad, disse que nos atenderá somente à tarde.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.