Conciliação

Mais uma rodada de negociação marcada entre rodoviários e empresários de ônibus

Na última audiência de conciliação, empresários ofereceram 6,5% de reajuste.

Imirante, com informações da Mirante AM

- Atualizada em 27/03/2022 às 12h08

SÃO LUÍS - Uma nova rodada de negociação entre rodoviários e empresários do setor transporte coletivo da capital, marcada para essa segunda-feira (13), na see do Ministério Público do Trabalho (MPT), no bairro do Renascença.

Na última última sexta-feira, (10), as duas categorias estiveram reunidas, onde ficou estipulado pelos empresários reajuste de 6,5% por cento para motoristas e cobradores. Por outro lado, os rodoviários, que exigiam 15% de reajuste, diminuíram para 10%.

Eles reivindicam, ainda, reajuste no auxílio-alimentação de R$ 365,00 para R$ 450,00, inclusão de um dependente nos planos de saúde e odontológico, melhores condições de trabalho e seguro de vida, conforme estipulado pela Lei nº 12.569/2012.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários (STTREMA), garantiu que houve um balanço nas negociáveis e é provável que nessa próxima audiência de conciliação o impasse será resolvido. A princípio, segundo Dorival, está descrtada a possibilidade de greve por tempo indeterminado.

De acordo com o presidente do SET, José Luiz Medeiros, além de ausência de reajuste nos valores das passagens, o subsídio e a elevada abrangência da gratuidade contribuem para a impossibilidade de atendimento das reivindicações dos rodoviários.

Para ler mais notícias do Imirante, clique em imirante.com. Também siga o Imirante no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.