Criminalidade

Suspeito de liderar facção criminosa e ser autor de diversos crimes é preso em Santa Rita

De acordo com a polícia, uma das vítimas do suspeito foi achada morta boiando em um rio, com sinais de tortura.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h02
Homem foi encaminhado à Delegacia Regional de Santa Rita.
Homem foi encaminhado à Delegacia Regional de Santa Rita. (Foto: Divulgação)

SANTA RITA – Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar do Maranhão deu cumprimento, nessa segunda-feira (2), a um mandado de prisão contra um homem suspeito de ser o principal líder de uma facção criminosa e autor de vários crimes, em Santa Rita, município distante 83 km de São Luís.

Leia também:

Suspeito de praticar estupro em Santa Rita é preso pela polícia

De acordo com a polícia, o suspeito possui vários mandados em aberto pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e homicídio qualificado. O homem estava foragido do sistema prisional após ter fugido.

A Polícia Civil já vinha monitorando o homem há cerca de quatro meses. Após descobri que o foragido estava residindo em Santa Rita compartilhou tais informações com a Polícia Militar, que deu apoio nas buscas.

Segundo a polícia, o veículo usado pelo suspeito foi visto pela Polícia Militar em um posto no Centro de Santa Rita. Na ocasião, o investigado estava na companhia de outra pessoa, com que foram encontradas drogas. O preso ainda tentou enganar os policiais apresentando documento de identificação falso, com o nome de Marcelo.

Tanto o investigado como a pessoa que estava com ele foram presos em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. Além disso, o foragido também foi preso pelo uso de documento falso.

Contra o suspeito, também foi dado cumprimento a dois mandados de prisões preventivas, sendo o primeiro expedido pela comarca de Santa Rita por homicídio qualificado que aconteceu no mês de março. Na ocasião, a vítima foi achada morta boiando em um rio com sinais de tortura. Já o outro mandado foi por tráfico e associação para o tráfico de drogas expedido por São Luís.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.