Violência contra a mulher

Dois homens são presos na Baixada Maranhense suspeitos de violência doméstica

Em Pinheiro, mulher foi agredida com mordidas e empurrões; em Bequimão, suspeito ameaçou a companheira de morte.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil do Maranhão

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h08
Casos de violência doméstica foram registrados nas cidades de Pinheiro e Bequimão.
Casos de violência doméstica foram registrados nas cidades de Pinheiro e Bequimão. (Foto: Marcos Santos / USP)

PINHEIRO - Dois homens foram presos, em flagrante, na última quarta-feira (9), suspeitos de violência doméstica contra as suas companheiras, na Baixada Maranhense. As prisões foram realizadas nas cidades de Pinheiro e Bequimão.

Em Pinheiro, investigadores da Delegacia Especial da Mulher com apoio do Grupo de Pronto Emprego (GPE), prenderam um homem, de 21 anos, que teria agredido sua companheira com mordidas e empurrões.

A vítima conseguiu escapar dos atos violentos e comparecido logo em seguida na delegacia especializada, relatando que as agressões aconteciam de forma recorrente e por motivos banais mas, por causa das ameaças feitas pelo agressor, a vítima se sentia coagida a não comunicar as agressões sofridas.

Já no município de Bequimão, investigadores da Polícia Civil também prenderam, um homem que ameaçou sua companheira, no povoado Estiva. Segundo relatou a vítima, o suspeito teria a ameaçado de morte, além de mandá-la sair da residência do casal.

Nos dois casos, as equipes policiais saíram em diligências e prenderam os agressores. Os homens foram apresentados nas delegacias das respectivas cidades onde foram submetidos aos processos exigidos e, em seguida, recambiados a uma unidade prisional da região.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.