Tentativa de homicídio

Suspeito de matar PM de Goiás é baleado em Nina Rodrigues

A vítima foi atingida nas costas e no abdômen e os suspeitos fugiram em uma motocicleta.

Imirante.com

- Atualizada em 18/04/2022 às 14h25
A vítima foi baleada nas costas e no abdômen, em Nina Rodrigues.
A vítima foi baleada nas costas e no abdômen, em Nina Rodrigues. (Divulgação)

NINA RODRIGUES- Durante a madrugada desta segunda-feira (18), Roberto Leres da Silva, de 36 anos, foi vítima de tentativa de homicídio, no Conjunto Vila da Manga, na cidade de Nina Rodrigues, interior do Maranhão. Segundo a polícia, ele é um dos suspeitos de ter roubado e matado o cabo da Polícia Militar de Goiás, Luís Hipólito Resende, de 43 anos. O crime aconteceu no dia 16 de novembro de 2011, no Rio Verde, em Goiás.

Leia também em: 

MP investiga cinco pessoas em Nina Rodrigues

Homem sofre tentativa de homicídio na cidade de Vargem Grande

Ainda de acordo com a polícia, Roberto Leres estava em um bar, no Conjunto Vila da Manga, quando foi baleado nas costas e no abdômen por dois homens, não identificados. A vítima foi levada primeiramente para o hospital dessa cidade, mas em razão da gravidade dos ferimentos teve que ser transferida para um hospital da capital.

Os suspeitos fugiram em uma motocicleta Biz, de placa não identificada, em direção ao município de Vargem Grande. Os militares foram acionados e realizaram rondas na localidade, mas não conseguiram prender os criminosos. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Latrocínio

Roberto Leres chegou a ser preso no interior do Maranhão no mês de junho de 2016 acusado do crime de latrocínio (roubo seguido de morte) que teve como vítima o cabo Luís Hipólito Resende. Ele foi transferido para um presídio, em Goiás, mas, acabou fugindo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.