Homicídio

Guarda municipal de Matinha tem casa invadida e é morto a tiros na frente da esposa

O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (15); a vítima possuíam passagem pela polícia.

Imirante, com informações da PM-MA

Autores dos disparos deixaram cair um revólver calibre 32 no local do crime.
Autores dos disparos deixaram cair um revólver calibre 32 no local do crime. (divulgação / polícia militar)

MATINHA - Um homem, identificado como Amarildo Machado Cutrim, foi morto a tiros na madrugada desta quarta-feira (15), no povoado Olho d'Água, no município de Matinha, no Maranhão.

De acordo com informações policiais, a vítima era guarda municipal da cidade de Matinha, e já possuía passagem pela polícia. Em 2019, ele havia sido preso durante a operação Cifra Negra, suspeito de ter participação em um grupo de milícia na baixada maranhense.

Ao receber a denúncia de homicídio, equipes policiais de deslocaram até o local e encontraram o corpo de Amarildo Machado Cutrim em um quarto, ao lado da cama, com várias perfurações de arma de fogo na testa, cabeça, costa, abdômen, na coxa direita e também no braço direito. 

A companheira da vítima relatou aos policiais que vários homens chegaram à residência, e bateram na porta dizendo ser a polícia e pedindo que abrissem a porta. Os dois desconfiaram dos indivíduos e não abriram a porta, foi então que os homens arrombaram a janela do quarto da vítima e efetuaram os disparos.

Segundo informações, a vítima conseguiu atingir um dos autores dos disparos com um golpe de foice antes dos autores do crime deixarem o local. A polícia informou que eles deixaram cair um revólver calibre 32 e outros pertences como pares de sapato e uma lanterna. .

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.