Armamento

Fábricas clandestinas de arma de fogo são fechadas durante operação no Maranhão e nos estados vizinhos

Durante o cerco policial, três pessoas foram presas e 1.100 munições de calibres diversos e cigarros importados foram apreendidos.

Imirante.com

- Atualizada em 16/09/2022 às 16h15
O material apreendido durante a operação Senhor das Armas.
O material apreendido durante a operação Senhor das Armas. (Foto: Divulgação)

MARANHÃO -  Três fábricas ilegais de arma de fogo, localizadas nas proximidades do rio Tocantins, foram fechadas durante a operação Senhor das Armas, que foi realizada na quinta-feira (15) na cidade de São Pedro da Água Branca, interior do Maranhão.  Durante a operação, três pessoas foram presas em flagrante e 1.100 munições de calibres diversos foram apreendidas. Todos os detidos foram levados para a Delegacia Regional de Açailândia.

A polícia também encontrou no local cigarros importados. 

Leia também em: 

Fábrica clandestina de arma de fogo é fechada em Presidente Sarney

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de armas e prende uma pessoa no Maranhão

A operação foi desencadeada pela Polícia Civil do Maranhão, com o apoio dos militares, tendo como objetivo de coibir a fabricação e a venda ilegal de arma de fogo e munições no Maranhão e nos estados vizinhos.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.