Em Pedrinhas

Diretor do presídio do Maranhão morre com coronavírus

Informação foi confirmada pelo secretário de Saúde, Carlos Lula.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h08
O diretor atuou por 30 anos na área de Segurança Pública do estado .
O diretor atuou por 30 anos na área de Segurança Pública do estado . (Foto: Divulgação)

MARANHÃO - O diretor da Unidade Prisional de Ressocialização São Luís II do Complexo Penitenciário de Pedrinhas faleceu neste fim de semana por causa do novo coronavírus. Auro Astério Azevedo Pereira teve a sua morte confirmada por meio de uma entrevista do secretário de Saúde, Carlos Lula, à TV Mirante nesta segunda-feira (27).

Auro estava internado desde que recebeu a confirmação que tinha contraído o Covid-19, mas não conseguiu suportar as complicações causadas pelo vírus e faleceu. O diretor atuou por 30 anos na área de Segurança Pública do estado e era reconhecido como um profissional exemplar.

De acordo com Carlos Lula, medidas estão sendo tomadas para evitar que a doença chegue aos presídios. “A gente lamenta muito a morte do Auro e de fato era um caso confirmado, e a gente está tomando todas providências para que a doença não chegue aos presídios, porque a gente sabe o que isso pode significar de segurança para a sociedade", disse o secretário.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.