Justiça Eleitoral

Balsas: TRE e poderes municipais discutem uso da biometria

Imirante Imperatriz, com informações da assessoria.

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h44
(Divulgação / Assessoria )

BALSAS – Juízes eleitores, prefeitos e chefes de cartório da 75ª, 22ª ª e 105ª zonas eleitorais, que abrangem os municípios de Riachão, Balsas, Fortaleza dos Nogueiras e Nova Colinas, se reuniram para discutirem o cadastro biométrico dos eleitores da região.

Os participantes da reunião conheceram a nova sistemática de identificação do eleitor e as etapas de execução, bem como as necessidades para a efetivação da biometria. Na oportunidade, o juiz Bonfim solicitou parceria do poder público com o objetivo de disponibilizar espaço físico e recursos humanos. “Precisamos contar com o apoio de todos, pois só assim conseguiremos viabilizar a biometria” ressaltou.

Durante as reuniões foram discutidos a parceria e apoio dos órgãos municipais para a concretização do processo. Os poderes executivo e legislativo dos municípios procurados demonstraram total interesse na efetivação da biometria, uma vez que ela representa segurança para o processo eleitoral.

A instalação da biometria nos quatro municípios será realizada em duas etapas: a primeira com atendimento ordinário dos eleitores no Fórum Eleitoral, em que eles, ao procurarem os cartórios eleitorais em busca de algum serviço, já cadastrarão seus dados biométricos. A segunda etapa consiste na revisão obrigatória prevista para iniciar em julho e terá duração de três meses.

Para as eleições de 2016, a Justiça Eleitoral maranhense espera atingir a meta estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral, que é recadastrar mais de 1.600.000 eleitores maranhenses biometricamente.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.