Prisão

Suspeito de matar pastor em restaurante de Estreito é preso

O pastor foi atingido com um golpe de faca quando teria tentado defender a ex-mulher do suspeito.

Imirante.com

- Atualizada em 14/05/2022 às 21h50
Pastor Gilson Souza, vítima de homicídio.
Pastor Gilson Souza, vítima de homicídio.

ESTREITO - O suspeito de assassinar um pastor na cidade de Estreito foi preso na tarde dessa sexta-feira (13), na cidade de Nazaré do Tocantins. O homicídio aconteceu horas antes da prisão, em um restaurante, próximo à Avenida Tancredo Neves, no Centro.

O pastor Gilson Souza Morais foi assassinado com um golpe de faca e morreu no local. Ele morava na cidade de Porto Franco e estava viajando com a esposa e uma filha, além de uma mulher que estava em processo de separação e acompanhava sua família.

O grupo parou para almoçar em uma barraca de venda de comida em Estreito quando o ex-marido da mulher tentou agredir a ex-companheira. Ao tentar impedir a agressão, o pastor levou uma facada no peito e morreu na frente da esposa e da filha.

O suspeito fugiu a pé e imagens de câmeras de segurança flagraram parte da fuga. Ele foi preso no fim da tarde pela Polícia Militar do Tocantins.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.