Em Cururupu

Acusados de homicídio e tentativa de homicídio serão julgados

Serão julgados os réus Jubenil Azevedo Rodrigues e Maldine dos Santos.

Divulgação/CGJ-MA

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h02
As sessões serão realizadas na Câmara de Vereadores de Cururupu.
As sessões serão realizadas na Câmara de Vereadores de Cururupu. (Foto: Divulgação)

CURURUPU - O Poder Judiciário da Comarca de Cururupu realiza duas sessões do Tribunal do Júri nesta semana. O primeiro julgamento será nesta terça-feira (13), tendo como réu Jubenil Azevedo Rodrigues, acusado de crime de homicídio tentado contra Welton Jacó Lima Reis. Na quarta-feira, dia 14, o réu será Maldine dos Santos Coelho, acusado de prática de crime de homicídio que teve como vítima Nataniel Pinto Reis. As sessões serão realizadas na Câmara de Vereadores de Cururupu, e serão presididos pelo juiz titular Azarias Cavalcante Alencar.

No primeiro júri, o caso em questão aconteceu em 21 de março de 2020, próximo ao hospital da cidade de Serrano do Maranhão, termo judiciário de Cururupu. A denúncia relata que Welton Jacó estava numa motocicleta, na porta de casa, quando teria sido surpreendido por golpes de facão desferidos por Jubenil. Welton tentou fugir, mas foi alcançado pelo acusado, recebendo golpes no braço. Quando algumas pessoas se aproximaram da cena, Jubenil evadiu-se do local. A vítima foi levada ao hospital e teve uma das mãos amputadas em função dos golpes recebidos. O motivo, segundo apurado em inquérito policial, seria o fato de que a vítima devia 50 reais a Jubenil

Sobre o segundo caso, Maldine dos Santos teria, em 11 de julho do ano passado, na companhia de Lucas Gabriel Picanço, tirado a vida de Nataniel Pinto. Narra a denúncia que, na data citada, os denunciados souberam por terceiros que a vítima estava trabalhando no cemitério. Ato contínuo, eles foram ao encontro de Nataniel e, de pronto, efetuaram vários disparos de revólver, atingindo a cabeça e o peito da vítima, causando morte instantânea. Conforme apurou o inquérito policial, os dois homens tinham uma rixa com Nataniel, por pertencerem a facções criminosas rivais. Foi apurado, ainda, que a vítima já havia ameaçado Maldine de morte.

Além do juiz, participarão das sessões o promotor Igor Adriano Trinta Marques, na acusação. Na defesa de Maldine dos Santos Coelho atuará a defensora pública Melissa Rebelo. No segundo júri, o réu Jubenil Azevedo Rodrigues terá como advogados Arcy Fonseca Gomes e Christiane Nery Gomes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.