Em Codó

Quatro pessoas são presas por porte ilegal de arma de fogo

Foram cumpridos três mandados de prisão contra duas mulheres e um homem, e uma quarta prisão em flagrante de um outro indivíduo.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h08
Foram apreendidos armas de fogo, munições, dinheiro em espécie, aparelhos celulares e outros objetos.
Foram apreendidos armas de fogo, munições, dinheiro em espécie, aparelhos celulares e outros objetos. (Foto: divulgação / Polícia Civil )

CODÓ - Quatro pessoas foram presas por porte ilegal de arma de fogo, no município de Codó, entre a terça-feira (8) e quarta-feira (9), no município de Codó, durante uma operação conjunta entre as polícias civil e militar do Maranhão, que cumpria mandados de prisão.

De acordo com informações policiais, haviam mandados de prisão contra duas mulheres e um homem por porte ilegal de arma e, na ocasião, mais um homem foi preso em flagrante pelo mesmo crime.

No local de trabalho do homem preso em flagrante, foram encontradas duas armas de fogo, tipo revólver, calibre 38. Com um outro suspeito, foram encontradas três armas de fogo, sendo uma deles do tipo revólver, calibre 32, além de munições, duas espingardas, de calibres 12 e 20.

Leia também:

Operação mira dois empresários de Imperatriz suspeitos de comércio ilegal de arma de fogo

Operação Resguardo resulta em mais de 150 prisões no Estado do Maranhão

Operação Carnaval da PRF vai até o fim desta quarta e já registra três mortes no Maranhão

A ação policial foi realizada por policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Codó, Grupo de Pronto Emprego (GPE) e a Polícia Militar, por intermédio da Força Tática do 17° BPM. Após o cumprimento dos mandados e a prisão em flagrante, os presos foram encaminhados à Unidade Prisional de Codó, onde permanecem à disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.