Novo Ministro

Presidente Lula indica maranhense Flávio Dino ao STF

Lula fez o anúncio oficial nesta segunda-feira (27). Dino assume vaga de ministro do Supremo no lugar de Rosa Weber que se aposentou no fim de setembro.

Ian Sousa/Ipolítica

- Atualizada em 27/11/2023 às 23h45
Lula indica Flávio Dino ao STF.
Lula indica Flávio Dino ao STF. (Ricardo Stuckert/PR)

BRASÍLIA- O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), encaminhou, nesta segunda-feira, (27) ao presidente do Senado Federal, Rodrigo o nome de Flávio Dino para vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). O petista ainda confirmou Paulo Gonet no cargo de procurador-geral da República. 

Dino assume vaga de ministro do Supremo no lugar de Rosa Weber que se aposentou no fim de setembro. Ex-governador do Maranhão, ocupa desde janeiro o cargo de ministro de Justiça e Segurança Pública e tem acumulado desgaste na pasta.

Nas redes sociais, o agora ministro do STF agradeceu a confiança de Lula. "O presidente Lula me honra imensamente com a indicação para Ministro do STF. Agradeço mais essa prova de reconhecimento profissional e confiança na minha dedicação à nossa Nação. Doravante irei dialogar em busca do honroso apoio dos colegas senadores e senadoras. Sou grato pelas orações e pelas manifestações de carinho e solidariedade", escreveu.

Com a indicação, ele se tornou o sexto maranhense a alcançar a mais elevada função da magistratura no país no período da República. Para membros da classe política e do Poder Judiciário Flávio Dino sempre teve bagagem jurídica e por isso conseguirá atuar com influência na atual conjuntura da Corte. 

Ele tinha o apoio de decanos da Corte, como Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes. Moraes inclusive comemorou nas redes sociais a indicação de Dino. “O Presidente Lula indicou dois grandes juristas e competentes homens públicos para o Supremo Tribunal Federal e para a Procuradoria Geral da República. Flávio Dino e Paulo Gonet são escolhas sérias e republicanas e, uma vez aprovados pelo Senado Federal, contribuirão para o fortalecimento de nosso Estado Democrático de Direito”, escreveu o ministro nas redes sociais.

Agora, Dino e Gonet passarão por sabatina e precisarão ser aprovados pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e pelo plenário da Casa. Em seguida, terão a cerimônia de  posse marcada pelos respectivos órgãos. 

Biografia 

Flávio Dino tem 55 anos de idade, nasceu em São Luís. Formado em direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com mestrado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Flávio Dino foi juiz federal por 12 anos, período no qual ocupou postos como a presidência da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e a secretaria-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 

Ele deixou a magistratura para seguir carreira política, elegendo-se deputado federal pelo Maranhão em 2006. Presidiu a Embratur entre 2011 e 2014, ano em que se elegeu governador do Maranhão. Em 2018, foi reeleito para o cargo. Nas últimas eleições, em 2022, elegeu-se senador e, logo após tomar posse, foi nomeado ministro da Justiça e Segurança Pública. Agora, aos 55 anos, é o indicado de Lula para o STF. 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.