Calor extremo

Fã morre após passar mal em show de Taylor Swift no Rio de Janeiro

Além da morte de Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos, cerca de mil pessoas desmaiaram durante a apresentação da cantora.

Imirante.com

- Atualizada em 18/11/2023 às 09h48
Ana Clara Benevides Machado tinha 23 anos.
Ana Clara Benevides Machado tinha 23 anos. (Foto: Divulgação)

RIO DE JANEIRO - Uma jovem de 23 anos, identificada como Ana Clara Benevides Machado, morreu após passar mal dentro do estádio Milton Santos, o Engenhão, onde foi realizado o show da cantora Taylor Swift, nessa sexta-feira (17). Ana Clara teve duas paradas cardiorrespiratórias e chegou a ser levada ao Hospital Municipal Salgado Filho, que fica localizado a menos de 5 minutos do estádio, mas os médicos não conseguiram reanimá-la. 

A morte da fã da cantora aconteceu em um dia marcado pelo calor intenso no Rio de Janeiro, e por críticas de fãs à organização do evento por limitar o acesso do público com garrafas d'água. A própria cantora chegou a pausar o show para pedir ajuda para o público após perceber que pessoas passavam mal na plateia.

Com a sensação térmica extrema, além da morte de Ana Benevides, os bombeiros registraram extraoficialmente ocorrências de aproximadamente mil desmaios durante a apresentação da cantora.

Leia também:

Taylor Swift ganha projeção no Cristo Redentor; entenda como começou a campanha

Ana Clara era estudante de psicologia na Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), localizada no Mato Grosso. Amigos da jovem relataram que ela tinha grande admiração pela cantora norte-americana e estava realizando um sonho ao viajar para assistir ao show da artista.

Ana começou a passar mal durante a apresentação, segundo a amiga Daniele Menin, que estava com ela. Segundo Daniele, a jovem começou a passar mal durante a música Cruel Summer, a segunda do repertório de Taylor no primeiro show da turnê no Rio de Janeiro.

A Secretaria Municipal de Saúde diz que Ana Clara chegou ao Hospital Municipal Salgado Filho, às 20h50, em parada cardiorrespiratória. Apesar da associação com o calor relatada por amigos, ainda não se sabe qual o impacto das altas temperaturas no quadro que levou à morte da universitária.

O que diz a empresa organizadora do show?

A T4F - Time For Fun, organizadora do show de Taylor Swift,  diz que Ana Clara se sentiu mal e foi "prontamente atendida" pela equipe de brigadistas e paramédicos. Ela informa que o primeiro socorro foi no posto médico do Estádio Nilton Santos .

"Diante do quadro, a equipe médica optou pela transferência ao Hospital Salgado Filho, onde, após quase uma hora de atendimento emergencial, infelizmente veio a óbito", informou a empresa.

A T4F - Time For Fun não divulgou balanço sobre o total de atendimentos médicos realizados, e também não se pronunciou sobre as críticas de fãs ou mesmo sobre a determinação do ministro da Justiça para que seja apurado se houve restrição ao acesso à água dentro do Engenhão.

O ministro da Justiça, Flávio Dino, determinou apuração das denúncias de fãs sobre restrição ao acesso à água para os fãs;

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.