Conselho de Ética

Deputado quer suspensão momentânea de processo contra Maranhãozinho

Coronel Tadeu alega que Josimar está de licença; ambos são do PL

Ipolítica, com informações do Metrópoles

- Atualizada em 16/06/2022 às 10h46
Josimar foi alvo de ação da PF em 2021
Josimar foi alvo de ação da PF em 2021 (Paulo Soares)

BRASÍLIA - O deputado federal Coronel Tadeu (PL-SP) apresentou à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados um recurso contra uma decisão do presidente do Conselho de Ética da Casa, deputado Paulo Azi (União-BA), que daria prosseguimento a uma representação da Rede Sustentabilidade contra o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL-MA). Tadeu quer que a representação contra o maranhense seja suspensa momentaneamente.

A informação é do site Metrópoles.

O parlamentar bolsonarista recorre de uma decisão de Azi, tomada em 25 de maio, rejeitando questão de ordem alegando a necessidade de adiar a apreciação da representaçãoporque Maranhãozinho está de licença de seu mandato na Câmara.

Como o presidente da comissão indeferiu a questão de ordem, Tadeu protocolou um recurso ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PL-AL).

“Esta medida se faz necessária, uma vez que o deputado Josimar Maranhãozinho se encontra licenciado de suas atividades parlamentares, motivo pelo qual está impossibilitado de exercer seu amplo direito de defesa perante o colegiado”, afirma Tadeu no pedido.

A representação contra Josimar alega quebra de decoro após o deputado maranhense ser flagrado em uma operação da Polícia Federal com maços de dinheiro em um de seus escritórios políticos, em São Luís. Segundo a PF, os valores são provenientes de um esquema de desvio de emendas parlamentares. O deputado nega, e diz que declarou à Receita Federal dinheiro em espécie - mais de R$ 1 milhões - proveniente de atividade pecuária.

Por enquanto, a representação contra Maranhãozinho aguarda a escolha de um relator. A lista tríplice foi sorteada com os deputados Alexandre Leite (União-SP), Júlio Delgado (PV-MG) e Dra. Vanda Milani (Pros-AC). (Do Metrópoles)

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.