Prisão

Presos mais dois suspeitos de participação na morte de onça-preta no Maranhão

A caça do animal, que está ameaçado de extinção, foi cometida no território indígena Arariboia e divulgada nas redes sociais.

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h21
Policiais encontraram o couro da onça abatida com um dos suspeitos.
Policiais encontraram o couro da onça abatida com um dos suspeitos. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

ARAME - A Polícia Civil confirmou, nesta sexta-feira (22), a prisão de mais dois suspeitos de participação na morte de uma onça-preta no território indígena Arariboia, no Maranhão. A dupla foi encaminhada para a delegacia de Arame, a 476km de São Luís, onde o caso foi registrado.

Saiba mais:

Caçador que exibiu onça-preta em vídeo é preso suspeito de abater o animal no Maranhão

Um outro homem já havia sido preso na última quarta-feira (20) pela morte da onça-preta, espécie que está ameaçada de extinção. Com o suspeito, que não teve a identidade revelada, os policiais encontraram o couro da onça abatida, duas espingardas, munição calibre 20mm, pólvora e material utilizado na prática de caça de animais silvestres.

O vídeo do caçador exibindo a onça-preta minutos depois do abate teve ampla repercussão e gerou revolta nas redes sociais. O caçador permanece à disposição da Justiça, e o inquérito prosseguirá.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.