Lançamento

Livro inédito do poeta Nauro Machado será lançado no dia 2 de agosto

O livro conta com imagens do fotógrafo Márcio Vasconcelos.
Na Mira19/07/2016 às 12h30

SÃO LUÍS - O novo e inédito livro do poeta Nauro Machado, intitulado Canções de Roda Nos Pés da Noite, será lançado no próximo dia 2 de agosto, na Academia Maranhense de Letras (AML).

O livro, com imagens do fotógrafo Márcio Vasconcelos, é da Editora Contracapa. No dia do lançamento, será encenada a peça Operário da Palavra, com poemas do próprio Nauro Machado, sob a direção de Tácito Borralho.

"Estejam todos convidados! Vamos encher a Academia em prol do grande poeta", comentou o Márcio Vasconcelos em publicação no Facebook.

Nauro Machado

O poeta maranhense Nauro Machado morreu, aos 80 anos, na madrugada do dia 28 de novembro, às 5h. Segundo informações, ele sofria de hérnia no intestino.

Nauro Machado nasceu em São Luís, no dia 2 de agosto de 1935. Autodidata desde cedo, publicou seu primeiro livro Campo sem Base, de 1958, aos 17 anos. Ao longo dos anos, suas obras, que já foram traduzidas para o inglês, o francês e o alemão, rendeu ao maranhense vários prêmios e honrarias - inclusive da Academia Brasileira de Letras e da União Brasileira de Escritores.

Em novembro de 2014, o poeta lançou o livro Esôfago Terminal, que mostram poesias extraídas das lembranças de dor e superação - retiradas do período em que Nauro Machado lutava contra um câncer.

Em setembro do ano passado, ele lançou o seu último livro de poesias, O Baldio Som de Deus - em cerimônia realizada com a esposa, Arlete Nogueira da Cruz, em sua antiga residência. Na ocasião, foi lançado, também, o DVD do longa-metragem O exercício do caos, do cineasta Frederico Machado, filho do casal.

Na ocasião, Nauro Machado revelou que tinha cinco livros inéditos - um deles com mais de 5 mil versos escritos. “Pretendo que esse [O Baldio Som de Deus] seja meu último lançamento em vida. Aos 80 anos, eu prefiro ficar recluso na solidão que sempre amei e a quem há muitos anos chamo de mãe. Estas obras inéditas, depois que eu morrer, talvez alguém se interesse e lance”, comentou o poeta, em entrevista ao O Estado.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.