Bons amigos

Em São Luís, empresário adota e batiza cães com nomes de Lula e Bolsonaro: "foi tipo uma brincadeira"

Com a esposa, José Francisco Olímpio cuida dos cachorros que vivem em sua loja no bairro do Olho-d'Água há dois anos.

Anne Cascaes e Neto Cordeiro / Na Mira

- Atualizada em 21/09/2022 às 11h20

SÃO LUÍS - Imagina só dar banho, comida e um lar para Lula e Bolsonaro? Esta é a rotina do empresário maranhense José Francisco Olímpio, com seus dois cães vira-latas que se chamam Lula e Bolsonaro. 

Eu e minha esposa cuidamos deles, que vivem aqui na minha loja. Dou comida, os remédios necessários e, também, banho e tosa numa clínica veterinária
José Francisco Olímpio - Empresário
José Francisco faz visitas regulares à clínica veterinária com os cachorros. (Foto: arquivo pessoal)
José Francisco faz visitas regulares à clínica veterinária com os cachorros. (Foto: arquivo pessoal)

José Francisco conta que a ideia dos nomes para os cães, que apareceram na sua loja no bairro do Olho-d'Água, há dois anos, partiu de uma brincadeira. Ele e a esposa perceberam que os dois cachorros corriam atrás de uma cadela, que também acabou sendo adotada por eles, recebendo o nome de Dilma.

Mas, cadê a Dilma?

De acordo com José Francisco, a Dilma um dia sumiu da loja. Ao ir atrás dela, o casal a encontrou morta. “Quando ela entrou no cio de novo, ela saiu e fomos atrás. Encontramos ela morta, com Bolsonaro e Lula deitados ao lado dela. Então, trouxemos eles dois de volta”, relata José Francisco.

Leia também: No MA, empresários apostam R$ 800 mil na disputa entre Lula e Bolsonaro

Os dois cães, Lula e Bolsonaro, permanecem na loja com o casal e regularmente são levados à uma clínica veterinária, também localizada no bairro do Olho-d'Água, para receberem todos os cuidados necessários, como banho e tosa, vacinas e outros.

Lula e Bolsonaro sob cuidados da Dra. veterinária Heva Cavallini. (Foto: arquivo pessoal)
Lula e Bolsonaro sob cuidados da Dra. veterinária Heva Cavallini. (Foto: arquivo pessoal)

“Sempre que eles vêm aqui é uma festa. O José sempre solicita os remédios que os cachorros precisam. Eles têm tomado um antiparasitário e, além disso, sempre vêm tomar banho. Aqui na clínica todo mundo já conhece”, compartilha Rose Abreu, que é administradora e gestora da clínica veterinária onde os cachorros são levados. 

O perfil da clínica veterinária nas redes sociais aproveita para compartilhar os registros da ida dos cães ao estabelecimento. (Foto: reprodução / redes sociais)
O perfil da clínica veterinária nas redes sociais aproveita para compartilhar os registros da ida dos cães ao estabelecimento. (Foto: reprodução / redes sociais)

O empresário relata que os dois cachorros são muito dóceis. “Todo mundo gosta muito deles. Lula é muito comportado, e o Bolsonaro é ‘safadinho’, de vez em quando sai atrás de alguma cachorra no cio, mas depois volta”, conta com bom humor. 

O dono afirma que os dois cães são bem dóceis. (Foto: arquivo pessoal)
O dono afirma que os dois cães são bem dóceis. (Foto: arquivo pessoal)

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.