Duplo assassinato

Ator de ‘Power Rangers’ é condenado à morte após matar casal de velejadores na Califónia

Skylar DeLeon, conhecido por ter participado da série Power Rangers entre 1993 e 1996, no papel do ranger vermelho, foi condenado por duplo assassinato.

Na Mira

Skylar DeLeon é conhecido por ter participado da série Power Rangers entre 1993 e 1996, no papel do ranger vermelho.
Skylar DeLeon é conhecido por ter participado da série Power Rangers entre 1993 e 1996, no papel do ranger vermelho. (Divulgação)

O ator John Julius Jacobson Jr, de 42 anos, mais conhecido como Skylar DeLeon, foi condenado à morte no estado americano da Califónia.

Skylar DeLeon, conhecido por ter participado da série Power Rangers entre 1993 e 1996, no papel do ranger vermelho, foi condenado por duplo assassinato. 

O crime hediondo aconteceu no de 2004 e teve como vítima dois velejadores em Newport Beach Harbor, na Califórnia, o casal Tom e Jackie Hawks, que tiveram os corpos jogados ao mar e nunca foram encontrados.

Leia também:

 

John Julius iniciou a carreira como ator ainda na infância e participou de várias ficções infantis. Sua primeira aparição em Power Rangers foi aos 14 anos, quando participou do episódio ‘Second Chance‘. O ator também apareceu em vários comerciais e anún

Mas Skylar decidiu entrar para o mundo do crime no início do século, participando de pequenos furtos com a mulher, Jennifer Henderson. 

O casal acabou se afundando na criminalidade e, em 20014, decidiram roubar o casal de velejadores. Segundo a polícia norte-americana, Tom e Jackie passaram anos viajando em seu barco, até que decidiram voltar à vida terrestre e Tom anunciou a venda do iate em um jornal.

Já com intenção de roubar o casal, Skylar e a mulher pediram para visitar o barco. Durante o encontro, DeLeon, Jennifer e outros três comparsas atacaram o casal.

As vítimas foram amarradas e obrigadas a assinar um documento passando a propriedade do iate a John. Em seguida, o casal foi amarrado em uma âncora e jogado vivo no mar.

Segundo a polícia, os corpos nunca foram encontrados, mas John Julius confessou participação nas mortes. 

O cumplice Alonso Machain, que cooperou com as investigações, foi condenado a 20 anos de prisão. Já a mulher de John, Jennifer DeLon e Kennedy, outro cumplice, foram condenados à prisão perpétua, sem direito a liberdade condicional.

Enquanto que o ator Skylar DeLeon foi condenado à pena de morte por injeção letal.

Mas, como a pena de morte na Califórnia foi suspens, Skylar viverá o resto dos dias no corredor da morte.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.