Saúde

Nutricionista dá cinco dicas para não passar da medida

Dicas são importantes para a saúde e bem-estar

Divulgação / assessoria

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h51
O primeiro passo é investir na hidratação, segundo nutricionista.
O primeiro passo é investir na hidratação, segundo nutricionista. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Férias é sinônimo de diversão e o período requer muita criatividade por parte dos pais. Passeios, viagens e uma rotina diferente para manter os pequenos entretidos, mas é preciso ficar alerta para evitar exageros na hora de comer fora de casa e não sair da dieta da criançada. A nutricionista Ana Letícia de Mira, lista cinco dicas básicas para assegurar que a alimentação equilibrada não vá por água abaixo com as férias escolares dos filhos.

O primeiro passo é investir na hidratação. Muitas vezes deixada de lado, a água é essencial durante atividades físicas e passeios. Uma boa estratégia é programar alarmes no celular para que o hábito não seja esquecido, além disso, existem outras bebidas saudáveis e hidratantes, sucos naturais e chás, por exemplo. A segunda dica da nutricionista é incluir algo fresco no prato.

”Caso a família saia para algum restaurante, o ideal é ter no prato pelo menos um alimento fresco, como frutas, saladas e vegetais”, afirma.

Outro ponto importante é saborear as refeições com calma e consciência, ou seja, mastigar devagar, experimentar as comidas em pequenas quantidades, e abrir espaço para frutas e verduras. Quarta dica: planejar antes de sair de casa. É preciso existir um fluxo bem estruturado para que a alimentação não seja prejudicada.

“Tenha horário para o café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar. Coloque sempre frutas entre as refeições, faça intervalos regulares entre elas, não fique mais 3 horas sem se alimentar”, alerta.

A quinta dica é fazer boas escolhas, mesmo nas férias. Sendo assim, opte por pratos grelhados, cozidos ou assados e não deixe de fazer todas as refeições.

“Em relação aos doces servidos nas festas de Natal e Ano Novo, normalmente, após as refeições, prefira aqueles preparados com frutas. Caso não tenha nenhuma, coma em menor quantidade e evite repetir. Lembre-se: a orientação é não dar qualquer tipo de açúcar para crianças menores de 2 anos, e acima dessa idade sempre com moderação”, complementa.

A assistente social Stella Machado, de 29 anos, é mãe de uma menina de 5 e um menino de 11 anos, ambos têm dificuldades na hora de comer alimentos saudáveis, por isso a mãe busca criar uma rotina com horários definidos.

“É bem complicado pelo fato deles dois terem o gosto totalmente diferente um do outro. A menina ama comida seca e assada, suco apenas de limão, já o menino come de tudo sem restrição alguma. As guloseimas, são regradas”, comenta.

Nesse período de descanso, aproveite para provar as receitas da tia, avó, mas sem exageros. Antes das confraternizações coma alimentos saudáveis, evite ultraprocessados e hidrate-se.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.