Polêmica

Bebê do álbum ''Nevermind'' volta a processar Nirvana

Spencer Elden abriu uma nova ação após um juiz dos EUA rejeitar uma versão anterior do caso.
Na Mira14/01/2022 às 17h14
Bebê do álbum ''Nevermind'' volta a processar NirvanaNessa quarta-feira (12) Spencer Elden sustentou em uma nova ação que a "natureza lasciva de sua imagem" equivalia a "pornografia infantil". (Foto: Divulgação)

ESTADOS UNIDOS - Uma das capas mais icônicas do mundo do rock ainda está dando o que falar mesmo após 30 anos de seu lançamento. O "bebê do Nirvana", interpretado pelo modelo Spencer Elden em 1991, aos quatro meses de idade, retomou processo em que acusa a banda de explorá-lo sexualmente depois que um juiz dos Estados Unidos rejeitou uma versão anterior do caso.

Leia também:

Após 30 anos, "bebê do Nirvana" processa banda por exploração sexual infantil

Nessa quarta-feira (12) Spencer Elden sustentou em uma nova ação que a "natureza lasciva de sua imagem" equivalia a "pornografia infantil" e ajudou a banda a arrecadar dezenas de milhões de dólares à sua custa.

O baterista Dave Grohl e o baixista Krist Novoselic; Courtney Love, viúva do vocalista do Nirvana, Kurt Cobain; várias gravadoras e o fotógrafo Kirk Weddle estão entre os dez réus. Elden pede pelo menos 150 mil dólares de cada um.

Os advogados dos réus não responderam imediatamente nesta quinta-feira aos pedidos de comentários.

A capa de Nevermind mostrava Elden, então com 4 meses de idade, nadando nu em direção a uma nota de 1 dólar perfurada com um anzol — uma imagem que Elden disse ter lhe causado "danos ao longo da vida".

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.