Crime

Ator de 'Riverdale' matou a própria mãe e planejava assassinar primeiro-ministro do Canadá

Após o assassinato da mãe, Ryan Grantham confessou que surtou, escreveu em seu diário, e gravou um vídeo em que estava ao lado do corpo da mãe.

Na Mira, com informações do g1

Ator de 'Riverdale' matou a própria mãe e planejava assassinar primeiro-ministro do Canadá
Ator de 'Riverdale' matou a própria mãe e planejava assassinar primeiro-ministro do Canadá (Foto: Reprodução)

MUNDO - O ator canadense Ryan Grantham, conhecido pelo seu papéis nas séries "Riverdale" e "Supernatural", confessou ter assassinado a própria mãe, com um tiro na nuca, e planejava matar o primeiro ministro do Canadá, Justin Trudeau.

Barbara Waite, de 64 anos, foi morta pelo filho no dia 31 de março de 2020 com um tiro na nuca enquanto tocava piano dentro de casa. No dia seguinte o ator cobriu o corpo da mãe com um lençol e saiu de casa com a intenção de matar o político.

Após o assassinato da mãe, Ryan Grantham confessou que surtou, escreveu em seu diário, gravou um vídeo em que estava ao lado do corpo da mãe, saiu de casa para pegar dinheiro, logo depois voltou pra casa e estava testando a montagem de coquetéis molotov e ainda assistiu programas de TV por mais duas horas e meia. 

A informação foi revelada no primeiro dia de audiência de condenação do ator nesta semana.

O ator revelou que no outro dia ao assassinato da mãe, Grantham saiu de casa com o objetivo de matar o primeiro ministro canadense Justin Trudeau, e relatou tudo isso em seu diário. Porém, no meio do caminho, desistiu e se entregou à policia. A audiência sobre o caso de Ryan será retomada na próxima semana, e o ator poderá ser condenado à prisão perpétua.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.