polêmica

Filhas de Gugu acusam tia de mentiras e pedem auditoria na herança do apresentador

Ambas falaram do processo na Justiça de reconhecimento de união estável entre o apresentador e Rose Miriam.
Na Mira, com informações do G1 26/08/2021 às 10h28
Filhas de Gugu acusam tia de mentiras e pedem auditoria na herança do apresentadorNo vídeo, Sofia ainda falou que a tia não deixou que ela comprasse o carro dos sonhos. (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

BRASIL – As filhas do apresentador Gugu Liberato, Marina e Sofia acusaram a tia, Aparecida Liberto de mentiras e manipulação contra elas. Ambas falaram do processo na Justiça de reconhecimento de união estável entre o apresentador e Rose Miriam. Gugu morreu em 2019, após sofrer um acidente doméstico em 2019.

Leia também:

Advogado das filhas de Gugu rebate críticas do filho mais velho sobre herança

Em entrevista ao jornalista Leo Dias Marina e Sofia afirmaram que a tia e os advogados disseram que a Rose Miriam não tinha vínculo com o apresentador. “Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha união estável com meu pai, mas eles tinham sim, nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós, eu não sei porque eles não reconhecem minha mãe como companheira do meu pai, porque eu reconheço”, disse.

Em um vídeo de 18 minutos as irmãs falaram que o irmão João Liberato, está sendo manipulado pela tia e acusaram os advogados de mentirem. Ambas defenderam que a mãe, Rose Míriam, tinha união estável com o seu pai, o que é contestado pela tia Aparecida Liberato junto com os advogados.

Sofia reclamou dos valores repassados mensalmente pela tia, e afirmou que o irmão João e a avó recebem valores a mais. “Pedi um aumento para ela de dois mil [dólares], e ela já foi falando que era um absurdo ganhar dois mil, sendo que não é nem perto do que a gente tem. Nem perto do que ela tira por mês para pagar as nossas contas”, comentou.

No vídeo, Sofia ainda falou que a tia não deixou que ela comprasse o carro dos sonhos.

“Eu pedi para minha tia a Porsche que eu sempre sonhei em ter. Ela disse que falou com a promotora e que a mesma disse que eu não poderia ter esse carro porque era muito de luxo para uma criança de 17 anos. E eu não poderia ter também porque era muito caro. Eu achei muito estranho e procurei um carro mais barato. No final, eu acabei comprando um carro pela metade do preço do que aquele que eu queria”, disse.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.