Treta

Pabllo Vittar rompe com grife de sapatos que declarou apoio à Jair Bolsonaro

"Não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os diretos LGBTQIA+", declara Vittar em rede social.
Na Mira03/09/2018 às 19h47
Pabllo Vittar rompe com grife de sapatos que declarou apoio à Jair BolsonaroPabllo Vittar usou bota da grife no seu último clipe "Problema Seu". (Foto: Divulgação)

BRASIL - Após a repercussão sobre o apoio da grife de calçados Victor Vicenzza à campanha de Jair Bolsonaro a Presidência, a drag queen maranhense, Pabllo Vittar, decidiu se posicionar nas redes sociais.

Vittar tinha parceria com a marca e usava os calçados da Vicenzza em algumas de suas produções, como no clipe "Problema Seu".

Através dos stories no Instagram, a cantora se posicionou: "Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queriam se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou. Muitas portas se fecharam, mas algumas se abriram e com isso trabalhei até então com parceiros que sou muito grata. Deixo aqui meu agradecimento de apoio até agora, mas não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os diretos humanos de toda comunidade LGBTQIA+, da qual faço parte".

Veja ao clipe:

Quem também se posicionou contra a marca foi a drag queen Aretuza Lovi, que já fez parceria com Pabllo Vittar na música "Joga a Bunda".

"Não ao pink money (falsa representatividade buscando apenas a conquista do público LGBTQ+). É imprescindível para nós, artistas LGBTQIA+ estarmos sempre unidos com marcas e parceiros que venham pra somar no nosso trabalho. Logo, associarmos nossa imagem àquilo que vai contra nossa mensagem e nossa vivência é o contrário de tudo que acredito e venho trabalhando. Quero afirmar aqui que está desligado o vínculo com qualquer marca que vá contra nossa comunidade e direitos de todxs", afirmou a cantora nas redes sociais.

Diversas outras cantoras da comunidade LGBTQIA+ também se posicionaram contra a grife, nomes como Duda Dello Russo, Halessia, Penelopy Jean, Lorelay Fox, Vlada Vitrova e Nina Codorna também criticaram a empresa.

Victor Vicenzza por sua vez, não recuou e disse: "Luto contra todo tipo de preconceito desde a criação desta empresa. Isso não mudou e não mudará! A campanha Shinning teve exatamente esse objetivo! Prezo pela honestidade, transparência, ética e moral".

Mas sem retirar o apoio ao candidato do PSL, o dono da grife concluiu: "Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação".

⚠️ COMUNICADO OFICIAL ⚠️

Uma publicação compartilhada por Victor Vicenzza (@victorvicenzza) em

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.