De última hora

Influenciadora brasileira é proibida de viajar para o Catar e desabafa nas redes sociais

A modelo e influenciadora Juliana Nehme usou as redes sociais para relatar uma situação que passou com a companhia aérea que a proibiu de embarcar.

Na Mira

De acordo com a influenciadora, em um desabafo nas redes sociais, o motivo do impedimento seria por ela “ser gorda demais”.
De acordo com a influenciadora, em um desabafo nas redes sociais, o motivo do impedimento seria por ela “ser gorda demais”. (reprodução / redes sociais)

BRASIL - A modelo e influenciadora digital Juliana Nehme estava com as malas prontas para embarcar direto para o Catar, país que sedia a Copa do Mundo 2022, mas acabou sendo impedida quando chegou ao Líbano, onde iria fazer uma conexão até Doha, capital do Catar.

De acordo com a influenciadora, em um desabafo nas redes sociais, o motivo do impedimento seria por ela “ser gorda demais”. Ela, que estava acompanhada da família, fez um relato nas redes sociais para explicar a situação.

"A aeromoça da Qatar disse que eu não posso embarcar porque eu sou muito gorda e não tenho direito a essa passagem. Estou eu, a minha mãe, a minha irmã e meu sobrinho, nós pagamos 4 mil dólares (cerca de R$ 21 mil) por essas passagens", disse Juliana.

A influenciadora acrescentou que a companhia aérea alegou que ela não tinha direito à passagem econômica, que foi comprada por 1 mil dólares (aproximadamente R$ 6 mil). Então, ela teria que comprar uma passagem executiva de 3 mil dólares (cerca de R$ 16 mil) ou dois bancos comuns para "caber no assento" e poder viajar.

Veja o relato:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.